PUBLICIDADE

Colunistas


Ponto de vista

Segunda-Feira, 10/07/2017 às 08:00, por Neivo A. T. Fabris

A população de Getúlio Vargas e dos municípios da região foram surpreendidos pela informação de que o prefeito e vice-prefeito de Getúlio Vargas haviam perdido seus direitos políticos por oito anos e seus diplomas cassados. A sentença em primeira instância foi proferida no dia 29 de junho e publicada no Diário Eletrônico do Tribunal Regional. A repercussão nas redes sociais foi imediata. Na ânsia de dar a notícia em primeira mão o fato foi amplamente divulgado sem que as partes ou seus representantes legais fossem ouvidos.

I I

No mesmo instante em que o despacho repercutia no Facebook tinha inicio a sessão ordinária na Câmara de Vereadores. Prudente a bancada de oposição formada por três vereadores do PMDB não abordou o assunto no grande expediente. Para o final da sessão, reservado ao pequeno expediente não houve inscrição, e o público presente aguardou em vão a repercussão do caso. O prefeito Maurício Soligo (PP), que passou a sexta-feira (30) em Porto Alegre, se reuniu na manhã de sábado (01) com o vice-prefeito Elgido Pasa (PP) e o advogado Márcio Franzon.

I I I

O prazo para apresentação da defesa estipulado pela Juíza da 70ª Zona Eleitoral encerrava na quarta-feira (05), mas os embargos foram entregues dois dias antes. O chefe do executivo e seu vice permanecem à frente do governo e o recurso tramita agora junto ao TRE/RS. As denúncias contra a coligação União por Getúlio Vargas, formada pelo PP/PTB/PSDB/DEM/PSC/PSD, foram apresentadas ao Ministério Público Eleitoral ainda durante a campanha. Elas foram protocoladas pela coligação Renovar para Crescer, formada pelo PMDB, PSB e PDT, e pelo Partido dos Trabalhadores.

I V

No despacho dado pela Juíza Mariana Bezerra Salamé consta a prática de condutas vedadas, com a elaboração e distribuição de material de campanha. Ele teria sido produzido e custeado com recurso público, amparada na similaridade entre material de propaganda institucional publicitário “Prestação de Contas da Administração Municipal 2012 – 2015”. Consta também abuso de poder político e realização de pavimentação asfáltica nos finais de semana e em horários extraordinários visando obter votos. Soligo afirmou a coluna que não houve crime eleitoral. E que foi eleito com 51,10%%, enquanto que os outros dois candidatos juntos obtiveram 48,80% dos votos válidos.

Curtas:

# O PRB deverá estrear em 2020 nas eleições municipais de Getúlio Vargas com candidatos a vereador e cogita disputar à majoritária.

# Presente em vinte municípios da região o PRB possui na área da Amau dois prefeitos, um vice-prefeito e dez vereadores.

# Assessor do deputado federal Carlos Gomes (PRB), Elves Palkewich fixou residência na cidade de Getúlio Vargas.

# Natural de Paulo Bento, o assessor parlamentar atende as regiões do Alto Uruguai e do Planalto.

# Criada por força de lei no mês passado a Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas passa a oferecer o serviço de Ouvidoria.

# O cargo de Ouvidor não será remunerado e o titular eleito por seus pares anualmente, podendo ser reconduzido por mais um ano.

# Para o período que encerra em 31 de dezembro o presidente da Câmara, Vilmar Soccol (PTB) indicou o vereador Elói Nardi (PP).

# Empresários políticos de diferentes partidos e jovens atenderam o convite e participaram da reunião organizada por dirigentes do Partido Novo (PN).

# O encontro foi realizado na noite de segunda-feira (03), na Cantina Giacomel, em Erechim.

# O vice-presidente estadual, Alexandre Araldi, apresentou os estatutos, que estabelece que só possa se filiar ao PN quem tiver a ficha limpa.

# Os aceitos nas fileiras do Novo precisam pagar meio salário mínimo por ano, e os eleitos para qualquer cargo somente podem buscar uma reeleição.

# O Novo, que no ano passado elegeu um vereador para a Câmara de Porto Alegre, é defensor do livre mercado, meritocracia no serviço público e é declaradamente contrário ao fundo partidário.

Dito & Feito:

Na quinta-feira (06), o prefeito de Rio dos Índios, Salmo Dias de Oliveira (PP) tomou posse na presidência da Famurs. 




No compasso de espera

Segunda-Feira, 26/06/2017 às 07:00, por Neivo A. T. Fabris

Se depender dos esforços do prefeito Edson Rossatto (PMDB) e do deputado estadual Gilberto Capoani (PMDB) as obras de construção da unidade urbana do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sertão devem ser retomadas. A demanda foi apresentada na quarta-feira (21) a Mendonça Filho (DEM), Ministro da Educação durante audiência em Brasília.


 
I I
 
A crise econômica levou o governo da União a reduzir o orçamento, comprometendo a continuidade do projeto. A área de 10.000 metros quadrados entre as Av. Brasil e Getúlio Vargas foi doada pelo município. A ordem de serviço entre a instituição subordinada ao MEC e a empresa vencedora da licitação foi firmado em 2012. Ela previa a conclusão da obra em até 300 dias, podendo ser prorrogada por igual período se necessário.


 
I I I
 
Um bloco com mais de 1.450 metros quadrados chegou a ser erguido na área localizada no centro da cidade. O projeto prevê 20 salas de aula, elevador e banheiros. A etapa seguinte prevê a edificação dos laboratórios, salas administrativas, auditório, biblioteca, restaurante e estacionamento.


 
I V
 
No mês de julho o IFRS – Campus Sertão vai completar 60 anos. Atualmente mais de 1.500 alunos frequentam os 15 cursos técnicos, médios, superiores e uma pós-graduação. Nesta década o número de vagas oferecidas supera os 300%. A demanda por cursos não agrícolas levou o Ministério da Educação a atender a demanda de edificar a unidade urbana. Antes de retornarem ao RS Rossatto e Capoani estiveram no Palácio do Planalto onde reforçaram o pedido junto ao Ministro  Eliseu Padilha (PMDB).


 
Curtas:

  • A Universidade Regional Integrada (Uri) recebeu homenagens pelos seus 25 anos na Assembleia Legislativa.
  • A solenidade foi realizada no Plenário do Palácio Farroupilha na tarde de quinta-feira (22)  por sugestão do deputado Gilmar Sossella (PDT).
  • O reitor Luiz Mario Silveira Spinelli, pró-reitores, dirigentes do Câmpus Erechim e demais cidades participaram do evento.
  • Instituição comunitária e multicâmpus, a Uri é mantida pela Fundação Regional Integrada, e conta com um complexo de seis unidades, oito departamentos e 34 cursos de graduação.
  • A Uri oferece 86 opções de ingresso, 47 cursos de pós-graduação lato sensu, sete mestrados, dois doutorados e 92 grupos de pesquisa.
  • A instituição que comemora bodas de prata conta com mais de 1,2 mil professores, 912 funcionários, mais de 15 mil alunos na graduação e pós-graduação, e 2,2 mil alunos nas seis Escolas de Educação Básica.
  • A Associação Gaúcha de Supermercados (Agas) escolheu novamente Passo Fundo com um de seus principais eventos.
  • Dessa vez, chega à região o Jantando com a Agas, realizado em cidades-polo do Interior para aproximar varejistas de diversos segmentos e fornecedores locais.
  • O evento acontece nesta terça-feira (27), no Gran Palazzo Centro de Eventos e será precedido do Circuito de Negócios Agas, um espaço de exposição de produtos para a pequena indústria regional.
  • Uma audiência pública para tratar sobre a praça de pedágio de Coxilha, no Km 18 da RS-135, está programada para o próximo dia 07 de julho.
  • O encontro está sendo articulado pela deputada Liziane Bayer (PSB), vice-presidente da Assembleia Legislativa.
  • Lideranças políticas e empresariais das cidades servidas pela rodovia devem participar da audiência que será realizada na Câmara de Vereadores de Erechim, com início às 18 horas.


Dito & Feito

O deputado estadual Altemir Tortelli (PT) apresentou na noite de quarta-feira (21) os problemas da RS-135 entre Erechim e Getúlio Vargas para o Secretário de Transportes Pedro Westphalen (PP). Na oportunidade o integrante do governo do Estado afirmou que o trecho será recapeado com asfalto modificado por polímero.




Através dos tempos

Segunda-Feira, 19/06/2017 às 08:00, por Neivo A. T. Fabris

O traçado das ruas da cidade de Getúlio Vargas está próximo de completar 110 anos. No ano de 1909 o Coronel Severiano de Souza e Almeida definia que as margens do Rio dos Índios (atual Abaúna) era o melhor lugar para a sede da Colônia Erechim. O trabalho exemplar realizado nos anos iniciais do século XX na Colônia Jaguari, próxima de Santa Maria, o credenciava para um novo empreendimento colonizador capitaneado pelo governo do Estado.

I I

O forte manancial hídrico pesou na escolha do local. A distância de 5,587 metros da Estação Erechim, da ferrovia que entraria em atividade em 1910, seria suprida por uma estrada. Instalado o marco zero na ponta do quarteirão de dez mil metros quadrados reservados para a futura Praça tem início os trabalhos. Nas planilhas dos agrimensores contratados para o serviço são definidas as Ruas que passam a ser abertas e posteriormente a divisão dos lotes.

I I I

A atual Rua Constante Richetti aparece na cartografia inicial como Rua 01. Na sequencia as de número 02, 03, 04, 05, 06, atuais Francisco Stawinski, Av. Borges de Medeiros, Jacob Gremmelmaier, Major Candido Cony, e Alexandre Bramatti, respectivamente. Quando da instalação do município em março de 1935 apenas a Av. Borges de Medeiros não era mais identificada por número. A Praça 30 de Abril havia sido mudada em 1933 para Praça Flores da Cunha.

I V

Nas décadas iniciais do município as Ruas passam a ser identificadas com nome de cidades gaúchas: Sarandi, Passo Fundo, Santa Maria, Pelotas... Nos primórdios de 1970, vão ocorrer novamente mudanças e a quase totalidades das vias com nomes de cidades sofrem mudanças: Jacob Gremmelmaier, Pedro Toniolo, Alexandre Bramatti, Albino Fernando Holzbach... O crescimento da sede do município e de seus Bairros exige a abertura de novas Ruas.

V

Nestes primeiros dezessete anos do século XXI diversos loteamentos foram criados. Muitos já estão tomados por edificações, na sua grade maioria residências. Como vem ocorrendo ao longo dos anos a sugestão para o nome de novas Ruas parte de familiares. Levados ao plenário a pedido ou por sugestão dos próprios vereadores são aprovados. Não faz muitos anos que algumas vias públicas do Bairro Monte Claro deixaram de ser numeradas e substituídas por nomes indicados pelos moradores. De igual modo nos Distritos do Rio Toldo, Souza Ramos e no Industrial.

Curtas:

# A Câmara de Vereadores aprovou na sessão realizada na noite de quarta-feira (14) o Projeto de Lei que dispõe sobre a criação de sua Ouvidoria.

# O poder instalado na esquina da Av. Borges de Medeiros esquina com a Rua Ir. Gabriel Leão segue o exemplo de órgãos públicos e empresas privadas.

# O acesso a Ouvidoria é permitida a qualquer cidadão que esteja descontente com a ineficiência dos serviços prestados à sociedade.

# Pessoalmente, através de e-mail e telefone, qualquer cidadão poderá expor suas cobranças e revelar a ineficiência ou mau atendimento.

# A partir das informações o Ouvidor poderá encaminhar as demandas aos setores competentes, acompanhando as medidas adotadas e informando ao solicitante.

# Denúncias aos órgãos de imprensa local têm sido recorrente ao longo dos anos, situação que poderá ser minimizados a partir da instalação da Ouvidoria.

Dito & Feito:

O deputado estadual Gilmar Sossella (PDT) esteve na região na sexta-feira (16). Em Getúlio Vargas conversou com o prefeito Maurício Soligo (PP) sobre a liberação de recursos da área da saúde. 




A região e o Idese

Segunda-Feira, 12/06/2017 às 08:00, por Neivo A. T. Fabris

O município de Ipiranga do Sul foi o 12º colocado no Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) do Rio Grande do Sul em 2014. A divulgação do levantamento dos 497 municípios gaúchos ocorreu na quarta-feira (7), pelo Núcleo de Indicadores Sociais da Fundação de Economia e Estatística (FEE). No município conhecido como Berço Nacional do Plantio Direto o índice foi de 0,840. Seu  melhor desempenho do Idese foi renda, (0,883), seguido da saúde (0,856) e educação (0,781). 

II

O índice maior ou igual a 0,800 é considerado como de alto desenvolvimento socioeconômico. O Idese é obtido pela média dos indicadores de saúde, educação e renda. Dentre os municípios da grande Getúlio Vargas a segunda melhor posição ficou com Sertão na 79ª, índice geral de 0,805: educação 0,791, renda 0,798 e saúde 0,825. Na sequencia Estação, na 146ª posição e índice de 0,781: educação 0,696, renda 0,779 e saúde 0,867.  Na 159ª entre os municípios gaúchos, Getúlio Vargas obteve o índice 0,775: educação 0,757, renda 0,715, e saúde 0,854.

III

Erebango, Coração Verde do Rio Grande ficou na 306ª classificação do Idese, com média de 0,728: educação 0,712, renda 0,653 e saúde 0,817. Na 488ª classificação, Floriano Peixoto alcançou o índice de 0,719: educação 0,621, renda 0,670 e saúde 0,868. Em relação ao ano anterior (2013), Erebango avançou 41 posições no ranking estadual, Getúlio Vargas 38, Sertão 27, e Floriano Peixoto 15. Por outro lado Estação regrediu 39 posições e Ipiranga do sul 02, apesar do indicador do Idese ter aumentado de 0,832 para 0,840 em relação ao ano anterior. 

 Curtas:

# Por maioria foi aprovada na Câmara de Getúlio Vargas o pedido do vereador Elói Nardi (PP) para a realização de uma audiência pública para possível desmembramento e alienação do Campo da Aviação.

# O vereador da base governista defendeu em plenário a proposta que prevê o uso dos recursos da venda na compra de um britador e de uma pedreira.

# O assunto tem merecido destaque na rádio corredor, com posições contrárias e favoráveis a iniciativa.

# Na legislatura anterior, quando era suplente e assumiu uma cadeira na Câmara, o vereador progressista apresentou um projeto para que os vencimentos dos vereadores fossem reduzidos para um salário mínimo sem lograr êxito. 

# O deputado estadual Altemir Tortelli (PT) denunciou através de vídeo postado nas redes sociais as condições da RS-135.

# O parlamentar apontou como crítico o trecho da rodovia entre Erechim e Getúlio Vargas.

# Exigiu providência por parte do governo do Estado alertando sobre o risco de vida dos usuários da estrada.

# Tiveram início os preparativos para a realização da 2ª Mostra da Construção – Feira Setorial de Getúlio Vargas que será realizada em outubro.

# Uma comissão organizadora coordenada por Ademar Rigon (PP), titular da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, está sendo formada para o evento.

# A primeira edição da Mostra ocorreu em outubro de 2015 foi um sucesso de público e vendas e novamente será organizada pela ACCIAS, CDL e Prefeitura Municipal.

# A equipe da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto de Getúlio Vargas intensifica os trabalhos para a realização do XVIII Fórum Nacional de Educação.

# Com a temática “Entre saberes e fazeres, a construção; as ferramentas, os tempos, os espaços e os artífices” o evento será realizado entre os dias 19, 20 e 21 de julho.

Dito & feito:

O Secretário Municipal de Meio Ambiente, Daniel Fernandez (PP), ocupou o horário da Tribuna Livre da Câmara de Vereadores de Getúlio Vargas, na sessão do dia 1º de junho. Ele falou sobre o Sistema de Coleta Seletiva de Resíduos Sólidos.




O Anjo Negro

Segunda-Feira, 29/05/2017 às 08:00, por Neivo A. T. Fabris

Líder político do movimento que deu fim a Primeira República (1889 – 1930), Getúlio Vargas foi chefe do governo provisório até 1934 quando foi eleito pela Assembleia Nacional Constituinte presidente da República. Em 1937 o político rio-grandense radicalizou ao impor o que chamou de “Estado Novo” e governou sem o Congresso, partidos e eleições. Não poupou os adversários, censurou a imprensa e teve o suporte do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP). Em 1945, com o fim da 2º Guerra Mundial foi apeado do poder e os brasileiros voltaram às urnas para eleger a Assembleia Nacional Constituinte e o presidente da República.

I I

Recluso numa das suas fazendas no interior de Itaqui (RS) teve muitos anos para refletir sobre sua longa permanência a frente do governo. Eleito presidente em 1950 Vargas retorna ao Palácio do Catete “nos braços do povo”. Nacionalista o “Pai dos Pobres” conhecia como ninguém os meios políticos e montou uma equipe de governo que qualificou de “ministério da experiência”. O recado foi claro: se os objetivos não fossem alcançados o gabinete seria substituído. Para a chefia do Gabinete Civil da Presidência nomeou Lourival Fontes, ex-diretor do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP) no Estado Novo.

I I I

Já nos primeiros meses de governo ficou evidente o isolamento estabelecido pelo próprio Vargas. Calejado conhecia muito bem os meandros do poder e os interesses da classe política e empresarial. Obras públicas, linhas de crédito junto ao Banco do Brasil, cargos para parentes, amigos e correligionários eram demandas que não lhe interessavam. Em meio às intrigas palacianas o presidente tem como porto-seguro a filha Alzira e seu guarda-costas. Filho de escravos alforriados Gregório Fortunato era natural de São Borja e após o fracassado Golpe Integralista contra Vargas foi chamado à guarda pessoal.

I V

Desde o retorno a presidência em 31 de janeiro de 1951 Getúlio Vargas era acompanhado dia-e-noite por Fortunato. Sua proximidade com o chefe de Estado provoca ciumeira nos meios políticos. Apesar da blindagem a campanha contra seu governo cresce na medida em que o projeto nacionalista avança. O isolamento do presidente se acentua na mesma proporção dos ataques de seus adversários. A tentativa de assassinato de Carlos Lacerda no dia 05 de agosto de 1954 e a morte do major da Aeronáutica Rubens Florentino Vaz cria uma crise política e Gregório Fortunato é acusado de ser o mandante da ação.

V

Durante as investigações a polícia encontrou papéis e muito dinheiro junto aos pertences do suspeito que residia no Catete. Em que pese receber um salário de 15 mil cruzeiros Fortunato possuía bens estimados em mais de 65 milhões de cruzeiros. A crise estava estabelecida e a saída encontrada por Getúlio Vargas no dia 24 de agosto extrema. Ainda antes de morrer na cadeia foram reveladas as ações do Anjo Negro, como ficou conhecido. Fortunato havia se transformado em porta voz dos interesseiros junto a Vargas e para cada “favor” prestado era devidamente remunerado. Diante da enxurrada de escândalos que pululam nos dias atuais o caso descrito acima suscita infinitas reflexões.

Curtas:

# O governador José Ivo Sartori (PMDB) vai estar em Erechim na manhã desta segunda-feira (29).

# O chefe do governo gaúcho será recebido na Fundação Hospitalar Santa Terezinha (FHSTE) aonde vai assinar liberação de recursos.

# Os valores serão aplicados na aquisição de um novo tomógrafo que será utilizado no atendimento de pacientes de toda a região.

# O deputado estadual Gilberto Capoani (PMDB) liderou as audiências junto as Secretarias da Saúde e da Fazenda para garantir o investimento.

# O Plano Plurianual (2018 – 2021) será apresentado pelo governo do município de Getúlio Vargas.

# A audiência pública está programada para a próxima terça-feira (30), às 19 horas, na Câmara Municipal de Vereadores.

Dito & Feito:

O promotor de Justiça Fabiano Dallazen será o novo procurador-geral de Justiça do RS para o biênio 2017/2019. A confirmação foi feita pelo governador do Estado, José Ivo Sartori (PMDB) na terça-feira (23). Fabiano Dallazen, que atuou na Comarca de Getúlio Vargas, foi o primeiro colocado na eleição interna do Ministério Público, com 582 votos (70,9%). A posse está marcada para o dia nove de junho. 




PUBLICIDADE


PUBLICIDADE