PUBLICIDADE

Colunistas


Fatos 24 e 25.06.2017

Sábado, 24/06/2017 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Chapa provável

Um desenho de chapa para o governo do Estado: PMDB, PSD, PP, PSB. Sartori candidato a reeleição ao lado de José Cairolli como vice. Na composição de candidatos ao senado, Ana Amélia Lemos, PP, que vai buscar o segundo mandato, e Beto Albuquerque, PSB. O Estado elege dois senadores em 2018. Abre-se um espaço grandioso, mais uma vez, para eleger pelo menos um deputado federal. O prefeito Luciano Azevedo não poderá desconsiderar a oportunidade que surge. É tipo cavalo encilhado. A região de Passo Fundo tem potencial para eleger até quatro deputados federais e não pode ficar sem representação. É imprescindível.

FGTS parcelado

De R$ 10 para R$ 40 bilhões. Este foi o salto do seguro desemprego em dez anos. Insustentável para o governo. O remédio? Mais uma vez amargo: o governo confirma que pretende determinar parcelamento do pagamento do FGTS e a multa de 40% para que for demitido sem justa causa. E só a partir do quarto mês, se o trabalhador não retornar ao mercado de trabalho, passará a receber o seguro desemprego. O ministro Henrique Meirelles diz que a ideia está em fase inicial de análise. Para evitar derrota no Congresso, governo estuda editar Medida Provisória.

Sem comentários

Quem tem amigo, tem tudo: O presidente do Conselho de Ética, senador do PMDB João Alberto Souza arquivou o pedido de cassação do senador afastado Aécio Neves. Pasmem, por falta de provas.   

Aniversário solidário

O deputado estadual Juliano Roso (PCdoB), recebe neste sábado familiares, amigos, políticos para um almoço de confraternização pela passagem de seu aniversário. Para um aniversário é solidário, o parlamentar pediu a doação de alimentos aos convidados que será entregue à ONG Amor de Passo Fundo que atende crianças e adolescentes. A festa acontece no Galpão do Sandri, na Vila Mattos.

Fiasco

O puxão de orelha do século foi protagonizado pela primeira-ministra da Noruega, Erna Solberg, ao afirmar para o presidente Michel Temer que a Operação Lava Jato preocupa e que é preciso achar uma solução para a corrupção no Brasil.

Foco

A CDL de Passo Fundo tem se voltado para auxiliar o empresário lojista a superar as dificuldades que atingem em cheio o segmento. Além das consultorias em gestão e no setor jurídico, a entidade vai oferecer no segundo semestre deste ano, seis palestras com temas distintos no CDL Bairros e 20 cursos de capacitação. “O empresário precisa entender que ele tem que mudar sua visão e estratégia diante deste momento econômico e nós estamos oportunizando isso”, disse o presidente Adriano Sonda.

Empoderadas

Conferência Regional de Valorização da Mulher Advogada da OAB-RS -Região Planalto- Passo Fundo/RS reuniu mulheres, esta semana, para compartilhar histórias e experiências. Um belo momento que só nos fortalece. Renovei energias.

 

 




Fatos 21.06.2017

Quarta-Feira, 21/06/2017 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Negócios

Nem encerrou o ano e as contratações habitacionais em Passo Fundo quase atingiram o volume de todo o ano de 2015 ( R$ 67 milhões). Até maio, a Caixa fechou R$ 50,8 milhões em contratos. A expectativa para todo o ano é muito otimista, segundo revelou o superintendente executivo da Caixa Lucio Roberto Hackenhaar, que nos dias 24 e 25, ao lado da Acisa, estará com o Feirão da Caixa e a Feira do Imóvel, no Bourbon Shopping. Indicadores como a queda nos juros, a inflação baixando são alguns dos fatores que contribuem para este cenário. O resultado de uma engrenagem funcionando é a retomada do crescimento e a geração de empregos. Desde 2009, com os programas habitacionais do governo, a Caixa foi responsável por 6,4 mil contratos fechados, o que representou um volume de negócios na ordem de R$ 520,4 milhões. Dinheiro que fomentou a economia local.   

Blindagem

Como a economia pode dar sinais de otimismo diante de tamanha crise política e institucional? O nome se chama Henrique Meirelles. Ainda blindado pela série de escândalos, é ele, na verdade, quem está dando as cartas.

Sem surpresas

O senador afastado Aécio Neves conquistou importantes vitórias ontem no STF. Primeiro teve encaminhado o julgamento do pedido de prisão para o plenário, como havia solicitado na semana passada. Depois, teve julgados os habeas da irmã e do primo, que agora poderão cumprir prisão com tornozeleira eletrônica, portanto em casa. Depois do julgamento do TSE que absolveu a chapa Dilma-Temer, nada mais surpreende na República.

Caldeirão

Caldeirão da Juventude é o evento que o grupo jovem do PP vai promover em Passo Fundo, nesta sexta-feira. A atividade acontece na sede do partido, na Avenida Brasil, a partir das 19h30 e terá como palestrante Vitinho Alcântara que é o presidente da Juventude Progressista Gaúcha.

E Viva São João!

Quem crise, que nada! É tempo de Festa Junina e Brasília se transformou em Arraiá. Bora tomar quentão, comer paçoca e dançar quadrilha....

 




Fatos 17 e 18.06.2017

Sábado, 17/06/2017 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Recursos

O juiz Luiz Christiano Aires julgou improcedente o mandato de segurança impetrado pelo Simpasso, na tentativa de reformar decisão que mandou cancelar o pagamento do tickte refeição aos servidores aposentados do município. A Assessoria Jurídica do Simpasso garante que não vai desistir: ingressará com recurso no Tribunal de Justiça para buscar a reforma e restabelecimento do pagamento do ticket - refeição aos servidores público municipais inativos. Lembrando que o corte no ticket refeição dos inativos foi uma determinação do Tribunal de Contas do Estado, porque é ilegal.  

Emenda

O presidente estadual do PSB, Beto Albuquerque, em Passo Fundo desde sexta-feira, participou das comemorações do primeiro ano do Centro do Câncer Infantil no Hospital São Vicente em Passo Fundo. Ele foi um dos responsáveis por viabilizar o serviço, destinando verba de emenda parlamentar “Humanizar tratamentos é fundamental! Honra-me muito ter destinado os recursos, quando era Deputado Federal, que viabilizaram o projeto e hoje é uma realidade de acolhimento, carinho, educação e saúde às nossas crianças que enfrentam o Câncer! #FazeroBeméBom”, postou em rede social.

Paradoxos

O dilema do PSDB: anunciou que fica no governo, mas se houver outra denúncia contra o presidente Michel Temer, pode não ficar mais. O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse há poucos dias que era importante manter o apoio a Temer. Agora, vem a público pedir humildade a Temer para que antecipe eleições diretas, as mesmas eleições que ele referiu como golpe.  No fundo, estão todos tentando encontrar soluções mágicas para o buraco onde eles próprios (os políticos gestores dos próprios interesses) meteram o país. Como não encontram uma saída adequada, a cada dia uma novidade. Atiram para todos os lados. O que colar, colou.

Defrec

O delegado Diogo Ferreira é cotado para assumir a titularidade da Defrec, por enquanto, ainda sob o comando do Regional, Adroaldo Schenckel. Ferreira está em férias e é o titular da 1ª D.P. para a qual será designado outro delegado.  

Bebidas

Está marcada para o dia 4 de julho, a partir das 9h, uma reunião no Ministério Público, em que a Procuradoria Geral do Muncípio vai apresentar a regulamentação da lei que proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas da cidade. A Lei, em tese, entrará em vigor no dia 13 de julho.

Protagonista

Entrevista dada a jornalista Julia Maziero Possa, o novo presidente do PT, Jorge Gimenez, diz que o partido vai começar uma série de debates para traçar estratégias e retomar o protagonismo na política local. “Temos que recuperar a nossa identidade social e é evidente que para isso temos que construir mecanismos para dialogar com a sociedade”, acentua. (Confere na página 8)




Fatos 10 e 11.06.2017

Sábado, 10/06/2017 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Oxigenando o partido

O PT municipal vive um novo momento: o de reestruturação da base. Na próxima terça-feira será empossado o novo presidente do diretório municipal. Quem assume é Jorge Gimenez, 33 anos, mestrando em Ciências Sociais. Paraguaio, naturalizado brasileiro, mora em Passo Fundo desde 2007. É o nome da nova geração do partido que terá capacidade de dialogar com os mais jovens. “Os ‘cabeça branca’ não conseguem mais acessar esse público que é o futuro da política”, admite Neri Gomes, que está deixando a direção do partido. Segundo Neri, Gimenez é uma pessoa preparada intelectualmente para fazer o debate necessário, dentro de uma lógica moderada. Neri, ao lado de outros nomes históricos do PT de Passo Fundo, Rui Lorenzato, Rene Cecconello, Adelar Aguiar, entre outros, tem consciência que a sociedade está mudando e é preciso mudar da mesma forma. Importante percepção local do PT. O partido deve ser maior do que qualquer adversidade.

Movimento

O ex-prefeito Airton Dipp está em Passo Fundo cumprindo uma agenda político-partidária. Na sexta-feira esteve na Câmara onde conversou com os vereadores Luiz Miguel Scheis e Márcio Patussi. De Patussi ouviu mais uma vez a disposição dele em concorrer a deputado estadual em 2018. Dipp está afastado dos processos eletivos, mas não vai deixar o partido. Tem sido interlocutor na busca por um nome com vistas à Câmara dos Deputados. Passo Fundo não pode mais ficar sem representantes e tem bons nomes para disputar (em todos os partidos)  

Demanda

O vereador Roberto Gabriel Toson, PSD, participou esta semana de uma audiência no Palácio Pirantini, com o governador em exercício, José Paulo Cairoli. Toson aproveitou para encaminhar algumas demandas do município relacionadas ao desenvolvimento econômico da região. As despesas com o seu deslocamento e de sua equipe à capital do Estado foram custeadas por recursos próprios. Participaram o deputado federal Danrlei de Deus Hinterholz e empresários.

Foi Dito

“Me recuso a fazer o papel de coveiro de prova viva”. Ministro do TSE Herman Benjamin, ao pedir a cassação da chapa Dilma-Temer. Foi voto vencido.

Verdade

O ditado da vez: “Quem tem amigos, tem tudo!”




Fatos 08.06.2017

Quinta-Feira, 08/06/2017 às 06:00, por Zulmara Izabel Colussi

Cartas marcadas

O que dizer quando a polarização política contamina um Tribunal como o TSE. Os embates entre o presidente da Corte, Gilmar Mendes, e o relator da ação que pede a cassação da chapa Dilma-Temer, Herman Benjamin, deixaram claras as posições. Em alguns momentos ultrapassaram o nível da elegância, como as protagonizadas pelo ministro Gilmar ao interromper, por vezes (e foram várias) de forma abrupta a leitura do relatório. Gilmar Mendes, mesmo sem dar seu voto, já votou: é contra a cassação. Na opinião de alguns analistas jurídicos, pelo menos outros dois ministros devem acompanhar o presidente da Corte e as motivações são comprometedoras.

Contradição

A posição de Mendes, desenhada pelas duas primeiras sessões, não é a mesma daquela quando a ex-presidente Dilma Rousseff, PT, ainda estava na presidência. Em 2015, a ação seria arquivada pela ministra Maria Thereza Moura, não fosse um pedido de vistas de Mendes e o parecer dado por ele de que o caso merecia investigação do TSE dada a gravidade dos fatos. Posição completamente renovada diante do fato de que o alvo passa a ser o amigo Michel temer. E Mendes ainda quer falar de falácia.

Flores

Enquanto isso, o Presidente da República se vê envolto em novo escândalo. Usou avião particular de Joesley Batista para uma viagem em família com direito a flores. Bom, pelo que tudo indica, é o que teremos até o fim de 2018.

Filiação

O ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira e o deputado estadual, Ronaldo Santini, irão abonar a ficha de filiação do suplente de deputado estadual e ex-prefeito de Victor Graeff, Flávio Lammel. Será no dia 30, às 20h, em Carazinho.

Tá na Mesa

O momento político brasileiro será a pauta do próximo Tá na Mesa da Federasul, dia 14, às 12h. Os prefeitos de Passo Fundo, Luciano Azevedo, e de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, e os jornalistas Rosane de Oliveira e Armando Burd participarão do debate




PUBLICIDADE


PUBLICIDADE