PUBLICIDADE

Economia


RGE e RGE Sul passam a ser uma única distribuidora

Publicada em: 03/01/2019 - 19:25

A autorização para o agrupamento das duas áreas de concessão foi concedida pela ANEEL

RGE e RGE Sul passam a ser uma única distribuidora

Crédito: Pixabay/Divulgação

Compartilhamento das melhores práticas e foco na melhoria dos serviços prestados estão entre os objetivos do agrupamento 
Desde O dia 1º de janeiro de 2019 marca o início de uma nova fase. A partir desta data, a RGE e a RGE Sul passam a ser uma única empresa: a RGE, maior distribuidora do Grupo CPFL Energia em termos territoriais e número de municípios atendidos, responsável por 65% de toda a energia elétrica distribuída para o estado do Rio Grande do Sul. Ao todo, a área de concessão, atende 381 municípios e quase 3 milhões de clientes, representando mais de 7 milhões de pessoas. 


A autorização para o agrupamento das duas áreas de concessão foi concedida pela ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica – no dia 04 de dezembro. Desde então, as empresas estavam formalmente autorizadas a executar a fusão, passando a ser apenas uma companhia. A sede da RGE fica em São Leopoldo, local onde Centro de Operações Integrado – COI já vinha atuando de forma unificada desde agosto de 2018. 


O presidente da RGE e da RGE Sul, José Carlos Tadiello, observa que se trata de uma mudança importante, pois são duas grandes empresas que se agrupam. “Isso faz com que o Grupo CPFL tenha uma distribuidora de energia ainda mais forte no Rio Grande do Sul, o que é bom para todos, principalmente aos cerca de três milhões de clientes que atendemos diariamente”. A unificação das duas concessionárias consolida o objetivo de investir cada vez mais na rede de distribuição de energia do Rio Grande do Sul e, consequentemente, na qualidade do serviço prestado.

PUBLICIDADE



PUBLICIDADE