PUBLICIDADE

Esporte


Novas parcerias em avaliação no Passo Fundo

Publicada em: 12/10/2017 - 10:00

Proposta visa aproveitar área e ampliar patrimônio para gerar receita

Novas parcerias em avaliação no Passo Fundo

Proposta é aproveitar áreas nobres

Crédito: LC Schneider-ON

 O Esporte Clube Passo Fundo realiza estudos para viabilizar a exploração comercial de áreas ociosas. Esse foi o foco de um encontro, terça-feira, da direção com o conselho deliberativo do clube. A ideia é realizar parcerias, aos moldes da já feita para construção e exploração do Centro de Eventos do Vermelhão. “É uma maneira de aproveitar parte da área sem ferir o estatuto, sem alienar ou vender o patrimônio. Ao contrário, a ideia é ampliar o patrimônio”, explicou o presidente Evandro Zambonato. A proposta foi apresentada aos conselheiros, mostrando uma alternativa para o ECPF garantir uma receita mensal. “Por enquanto estamos apenas fazendo um estudo sobre a dimensão da área que poderá ser utilizada”, explicou o presidente. Após o estudo, poderão surgir projetos e, a partir disso, iniciar a definição de novas parcerias.

 Modelo

O Centro de Eventos, construído através de uma parceria com a empresa JR, pode ser o molde para novas ampliações patrimoniais. Isso, exatamente ao seu lado. A área em frente à Avenida Presidente Vargas está entre as que serão avaliadas nos estudos preliminares. “Não tem lógica uma área nobre ociosa em frente à avenida”, afirma Zambonato. Claro que além desse, outros locais também pode ser avaliados para futuras parcerias. Isso inclui, inclusive, um possível aproveitamento do espaço agora ocupado por parte do anel de arquibancadas. Além do próprio pavilhão já erguido na esquina, o presidente exemplifica com exemplo da locação de áreas nobres por clubes sociais de Passo Fundo. Também são muitos os exemplos semelhantes em clubes de futebol do interior ou em capitais, que têm renda fixa em aluguéis.

 Conselho

Os dirigentes classificaram como muito proveitoso o encontro com os conselheiros. A partir de agora, o conselho deliberativo poderá avaliar os estudos para autorizar as novas parceiras. Após a reunião, o presidente do conselho, O presidente do conselho do clube, Luiz Paulo Valério, disse que “nossos conselheiros trouxeram ideias boas, para que o Passo Fundo tenha mais envolvimento com jogos, que tenha prosseguimento durante o ano inteiro. Algumas ideias serão estudadas por conselho e pela diretoria. Ideias que vieram para agregar ao Passo Fundo. Vamos começar 2018 com os pés no chão”.

 

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE