PUBLICIDADE

Estado


Município tem baixo número de processos

Publicada em: 12/01/2018 - 11:45, por Redação ON

Marca da cidade é bastante positiva se comparada com a totalidade do estado

Município tem baixo número de processos

Crédito: Divulgação

O município de Passo Fundo, historicamente, registra um baixo número de processos para suspensão e cassação da carteira nacional de habilitação se comparado a marca do Rio Grande do Sul. Somente em 2017, o estado atingiu o número de 11,9 mil processos abertos para a cassação da carteira, enquanto Passo Fundo, levando em consideração os números de maneira geral e não somente do ano que se encerrou recentemente, acumula, entre abertos, encerrados e em andamento, 879 processos.


Em relação à suspensão do direito de dirigir, Passo Fundo, no geral, tem 2,8 mil processos, enquanto o estado, apenas no ano que se encerrou recentemente, atingiu a marca de 61,2 mil.

 

Segundo a chefe do Núcleo de Educação para o Trânsito, Raquel Rubio, foram realizadas 50 operações do projeto Balada Segura durante o ano passado. Cerca de 1.414 veículos foram abordados, sendo que 1297 realizaram o teste do bafômetro e outros 108 foram autuados por se recusarem a fazer o teste. As operações contribuíram para a suspensão da carteira de habilitação dos 108 autuados, além de 16 pessoas por praticarem crime ao volante (a partir de 0,34 mg/l) e outras 31 por dirigirem embriagadas (entre 0,05 e 0,33 mg/l).

 

Cassação X suspensão

Suspensão da CNH acontece quando o motorista atinge mais de 20 pontos na CNH. Algumas infrações causam suspensão direta do direito de dirigir, como estar embriagado ao volante e velocidade perigosa. A suspensão dura de 6 meses a 2 anos. A cassação da CNH ocorre uma vez que o motorista está com seu direito de dirigir suspenso e é flagrado ao volante. Para voltar a dirigir após ter sua carteira suspensa, é necessário esperar um prazo, que varia, entre 6 meses e 2 anos, para depois fazer um curso de reciclagem. Já no caso de ter sua carteira cassada, é preciso aguardar dois anos para poder fazer sua CNH novamente. Após ter sofrido alguma das duas penalidades, o motorista recebe, no endereço cadastrado do veículo, uma notificação e tem um prazo de, geralmente, 60 dias para entrar com um recurso – a suspensão ou cassação só passa a valer depois do término do prazo de recurso.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE