PUBLICIDADE

Estado


Números consolidados da operação contra roubo e latrocínio

Publicada em: 30/09/2018 - 15:05

Números consolidados da operação contra roubo e latrocínio

Ação integrada organizada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia em parceria com o Ministério da Segurança Pública

Crédito: Divulgação PC

Foram consolidados, nesta sexta-feira (28), os números finais da Operação Midas, deflagrada na última quarta-feira (26) e quinta-feira (27), em ação integrada organizada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia (Concpc) em parceria com o Ministério da Segurança Pública. A Polícia Civil prendeu 161 pessoas no RS e 21 adolescentes durante a operação de combate a roubo e latrocínio em todo o país, totalizando 182 pessoas presas/apreendidas no RS. 

 

 Dentre as prisões no RS, foram contabilizadas:

- 73 prisões por mandado referente a roubo

- 3 prisões por mandado referente a latrocínio

- 42 prisões por mandado referente a outros crimes

- 43 prisões em flagrante por delitos como posse/porte irregular de arma de fogo, tráfico de drogas, entre outros.

 

Com relação aos adolescentes apreendidos no RS, 14 apreensões ocorreram durante cumprimento de mandado por roubo, uma apreensão por cumprimento de mandado referente a latrocínio, três apreensões por mandado relativo a outros crimes e três apreensões em flagrante. Durante este período, 34 armas de fogo foram apreendidas no estado, além de oito  veículos.

 

Destaca-se que no Rio Grande do Sul foram cumpridos mandados e efetuadas prisões referentes a uma organização criminosa suspeita de autoria de roubo a estabelecimento bancário com emprego de explosivos e disparos de arma de fogo, fato ocorrido em 5 de julho deste ano na cidade de Canguçu. 

 

"Com a operação, nossa meta é tirar de circulação as pessoas que causam sensação de insegurança muito grande à população", afirmou o presidente do Concpc e chefe da Polícia Civil do Rio Grande do Sul, delegado Emerson Wendt. Ele idealizou a operação e acompanhou o trabalho das equipes dos estados e DF a partir do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), unidade gerida pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Segurança Pública (Senasp/MSP) e criada para gerenciamento e suporte de grandes ações em todo o país.

 

A Polícia Civil gaúcha participou da Operação Midas por meio do Departamento de Polícia do Interior (DPI), Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), empregando um efetivo de 770 policiais civis no RS.

 

Com a participação das polícias civis de 25 estados e do Distrito Federal, a Operação Midas totalizou 4.053 pessoas presas/apreendidas, 217 armas de fogo apreendidas, 177 veículos recuperados, além de apreensão de 2.232 quilos de maconha, 88 quilos de cocaína, 11 quilos de crack e 33.495 unidades de ecstasy.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE