Geral - Cidade

Publicada em: 12/09/2013 - 13:44

A A A

Passo Fundo têm cinco empresas entre as 500 Maiores do Sul

BSBIOS, Grazziotin, Congregação Nossa Senhora, HSVP e Kuhn emplacaram bons resultados no ano de 2012 de acordo com pesquisa de AMANHÃ e PwC

Créditos: Arquivo ON
Passo Fundo têm cinco empresas entre as 500 Maiores do Sul

Passo Fundo têm cinco empresas entre as 500 maiores dos três estados do Sul: BSBIOS (ocupando a 81º posição), Grazziotin (151º), Congregação de Nossa Senhora (241º), Associação Hospital São Vicente de Paulo (280º) e Kuhn do Brasil S/A (371º). Três delas também figuram entre as 100 maiores do Rio Grande do Sul: a BSBIOS (30ª), Grazziotin (61º) e Congregação de Nossa Senhora (98º). A pesquisa mostrou, que apesar da conjuntura econômica desfavorável no ano de 2012, provocada por uma das mais violentas estiagens dos últimos anos e que arruinou a safra de grãos, as empresas conseguiram emplacar bons resultados. A 3ª edição do ranking 500 Maiores do Sul, editada pela Revista Amanhã e PwC foi divulgada nesta quarta-feira (11) em Porto Alegre. 

A produtora de biodisel de Passo Fundo subiu mais 21 posições no ranking das 500 Maiores do Sul, passando de 102º para 81º. No ranking do Rio Grande do Sul, assumiu a 30ª posição, 13 acima em relação ao ano anterior. Em 2012 obteve um aumento de 43,51% no seu VPG, atingindo R$ 653,96 milhões e a sua receita bruta também aumentou 41,55%, totalizando mais de R$ 1,3 bilhão.

O Grupo Grazziotin ficou classificado entre as cinco empresas mais rentáveis da região Sul, dentro do setor de Comércio, Atacado e Varejo. No ranking entre os três estados do Sul, sua posição melhorou de 156º para 151º e entre as 100 maiores do RS, passou de 61º para 57º. A Companhia de Passo Fundo registrou 11,8% de rentabilidade sobre a receita, atingindo lucro líquido de R$ 37,6 milhões. No ano passado obteve um aumento de 9% no VPG, totalizando R$ 337,5milhões.

A Congregação Nossa Senhora - mantenedora da Rede de Educação Notre Dame, Rede de Hospitais e Assistência Social - foi destaque ainda por apresentar o menor nível de endividamento entre todas as empresas gaúchas participantes da pesquisa. Ela ainda é a terceira empresa mais rentável dos três Estados do Sul, dentro do setor de Educação. A companhia de Passo Fundo registrou 7,7% de rentabilidade sobre receita, atingindo lucro líquido de R$ 5,52 milhões. No ranking das 500 maiores, a Congregação se manteve em 241º, mas no Estado foi incluído na lista das 100 maiores, ficando na 98ª posição.

O Hospital São Vicente de Paulo é a quinta empresa mais rentável dos três Estados do Sul, dentro do setor de Saúde. A companhia de Passo Fundo registrou 2,98% de rentabilidade sobre receita, atingindo lucro líquido de R$ 5,99 milhões.

A empresa de Máquinas e Equipamentos Kuhn do Brasil subiu 47 posições em relação a edição anterior do ranking, passando do 372º lugar para 419º. Também obteve um aumento de 24,6% no VPG, atingindo R$ 88,90 milhões.

A matéria completa você confere nas edições impressa e digital de O Nacional.  Assine Já

Palavras-chave:

Cidade

Economia

empresas

Grupo ON Comunicação
Acompanhe aqui as notícias mais recentes sobre política, economia, esportes, moda, cultura, blogs de Passo Fundo e Região.