Polícia

Publicada em: 05/10/2012 - 16:21

A A A

Jovem morre em acidente na RS 135

Na tarde desta sexta-feira foi registrado um acidente com morte no km 12 da RS-135, em Coxilha. O acidente envolveu três veículos provocou a morte de um jovem de 24 anos.

Créditos: Gerson Lopes/ON
Jovem morre em acidente na RS 135

O vendedor de uma empresa de pneus, Maurício Pilger, 24 anos, morreu em um acidente de trânsito, por volta das 15h30min, desta sexta-feira, no quilômetro 12 da RS 135, entre Passo Fundo e Coxilha. Segundo testemunhas, o Fiat Palio, conduzido pelo jovem invadiu a pista contrária e bateu de frente contra um furgão, que vinha no sentido contrário. O automóvel ainda foi atingido por um caminhão Volvo. Pilger, que residia na cidade de Carazinho, ficou preso entre as ferragens e morreu no local. Os ocupantes dos outros dois caminhões saíram ilesos. A Polícia Rodoviária Estadual precisou interromper o trânsito em meia pista para o atendimento da ocorrência e remoção dos veículos, formando engarrafamento em ambos os sentidos. O Corpo de bombeiros auxiliou no atendimento às vítimas. A Polícia vai aguardar o resultado da perícia para apontar as causas do acidente.

O motorista Pedro Altair Radin Rodrigues, 48 anos, havia saído de Passo Fundo, com seu furgão, acompanhado de um sobrinho e de um funcionário, para realizar um serviço em Erechim. Ele disse que o Pálio vinha na direção contrária, quando repentinamente invadiu a pista. “Ele não estava ultrapassando ninguém no momento. Simplesmente veio para o meu lado na reta. Eu tirei o que pude para o acostamento, mas não consegui evitar a batida” contou. O caminhão de Rodrigues teve a dianteira esquerda atingida e tombou na lateral da pista.
Com o choque, o Pálio rodou e ainda foi atingido por um Volvo, com placas de Rocas Sales, que viajava em direção a Passo Fundo. “ O carro estava uns 50 metros na minha frente. Eu rodava a 80km/h, com o cavalinho, ainda tentei segurar, mas como é uma descida, não deu tempo. Não sei o motorista pegou no sono ou teve um mau súbito” relatou o motorista Edmar Caio, 52 anos. O pálio com placas de Canoas e adesivos da empresa em que a vítima trabalhava, teve a frente totalmente destruída.

Susto
A advogada Tairuska Rodrigues havia participado de uma audiência, no Fórum de Erechim, por volta das 14horas, e retornava para Passo Fundo, quando se deparou com o engarrafamento na rodovia. Minutos depois, recebeu um telefonema da mãe, informando que o pai, Pedro Altair Radin Rodrigues havia se envolvido em um acidente perto de Coxilha. “Fiquei desesperada. Estacionei o carro no acostamento e corri uns 400 metros até o local do acidente. Quando me aproximei, vi o caminhão tombando, mas meu pai estava bem. Foi um alívio” desabafou.

Imagens Relacionadas

Clique nas imagens para ampliá-las.

Palavras-chave:

Acidente

Coxilha

Polícia

Grupo ON Comunicação
Acompanhe aqui as notícias mais recentes sobre política, economia, esportes, moda, cultura, blogs de Passo Fundo e Região.