PUBLICIDADE

Polícia


Polícia Civil prende dupla de irmãos que matou homem durante tentativa de assalto

Publicada em: 10/10/2018 - 17:59, por Clarissa Battistella

Eles exigiram o celular e o veículo da vítima, que resistiu e foi baleado. Logo após o latrocínio, ainda cometeram um roubo a pedestre

Polícia Civil prende dupla de irmãos que matou homem durante tentativa de assalto

Dupla havia sido presa em flagrante, mas obteve liberdade dias depois

Crédito: Divulgação/PC

Identificados como autores de um latrocínio que ocorreu no início deste ano, em Passo Fundo, dois irmãos, de 20 e 21 anos, foram presos durante a manhã de ontem (10), no bairro Jerônimo Coelho. A prisão preventiva foi cumprida pela equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na rua João Rocha, na casa onde os marginais residem.


No primeiro momento o crime foi tratado como homicídio, mas no decorrer das diligências, a equipe de investigações descobriu se tratar de um roubo com morte. Segundo o chefe de investigações, Volmar Menegon, uma série de fatores conduziu as investigações para o latrocínio. “Eles abordaram um casal, pediram o veículo e o celular. Agrediram, balearam a vítima e fugiram. Pouco depois realizaram outro assalto no Boqueirão, e foram presos em flagrante, inclusive com uma arma” relata.


Dois dias após serem conduzidos ao presídio, pelo flagrante do roubo a pedestre, bem como, do porte ilegal de arma de fogo, os irmãos obtiveram liberdade condicional. Eles foram investigados pela morte do homem até o mês de maio, quando foi concluído o inquérito policial. “Agora eles respondem presos tanto pelo latrocínio, quanto pelo roubo a pedestre”, completa.


Relembre
Na época, a vítima dirigia seu veículo no bairro Professor Schisler, quando foi interceptado por outro carro, de onde desembarcaram dois homens. A primeira informação que chegou à Brigada Militar dava conta de que ocorria uma troca de tiros entre ocupantes de dois veículos, em via pública. Rapidamente uma viatura foi despachada ao endereço e, quando os policiais chegaram ao local, encontraram Sandro Betto da Silva, de 35 anos, já baleado, dentro de um automóvel VW/Parati. O Corpo de Bombeiros socorreu a vítima ao Hospital São Vicente de Paulo, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu.


A mulher de Silva estava no carro no momento do fato. Ela contou à polícia que o casal se dirigia ao posto de combustível, quando foi interceptado por um VW/Gol de cor branca, de onde desembarcaram dois homens. Ela presenciou uma rápida discussão entre os assaltantes e o marido. Em seguida, eles dispararam três tiros contra a vítima e fugiram.


Sequência de assaltos
O mesmo veículo utilizado pelos autores da tentativa de roubo, que terminou em morte, foi apreendido horas depois, envolvido em um assalto que ocorreu na Avenida Brasil, Boqueirão. As vítimas acionaram a Brigada Militar com a informação de que haviam sido roubadas e feridas indivíduos armados, que desembarcaram de um carro Gol.


Uma guarnição que seguia para atender o chamado se deparou com o veículo suspeito, em alta velocidade, na Avenida Brasil, momento em que iniciou uma perseguição. Durante a fuga os bandidos jogaram um revólver fora. A arma foi apreendida. Os suspeitos foram detidos na rua Mascarenhas, Vila Operária, e conduzidos até delegacia, onde ocorreu o reconhecimento por parte do roubo. Na mesma noite, devido as características, se tornaram suspeitos da morte de Silva.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE