PUBLICIDADE

Polícia


Rotina do medo às margens da ERS 324

Publicada em: 27/02/2020 - 16:52

Moradora da localidade de Passo do Chinelo convive com os constantes acidentes em frente a sua residência

Rotina do medo às margens da ERS  324

A carga de farelos se espalhou no pátio da família de Marines Hoffmann de Carvalho

Crédito: Luciano Breitkreitz / ON

Uma rotina de medo. É desta forma que os moradores que vivem às margens da ERS 324 definem o seu dia a dia. Na manhã desta quinta-feira, mais um susto para a família da agricultora Marines Hoffmann de Carvalho, que vive há 29 anos, na localidade de Passo do Chinelo, no km 198 da rodovia. Um caminhão que transitava no sentido Passo Fundo – Marau transportando farelo de soja tombou em frente a sua residência, destruindo parte da cerca, do portão, e espalhando a carga no pátio. O motorista teve ferimentos e foi conduzido ao Hospital Cristo Redentor em Marau.

Marines diz que acidentes neste trecho são bastante comuns. “Tenho medo que possa acontecer algo mais grave, algumas pessoas nos recomendaram a mudar de local, mas é minha casa, não posso ir pra outro lugar”, diz ela.

A agricultora comentou que se preocupa com sua família, pois na casa ao lado, morama a filha e o genro, e que os transtornos causados pelos acidente são bastante frequentes. “Não faz muito tempo que um caminhão de combustível tombou no mesmo local e precisamos ficar fora de casa por três dias pelo risco que a carga trouxe para nós. Não sabemos mais o que fazer, hoje espero conversar com o pessoal da seguradora para ver quem vai pagar os prejuízos na minha propriedade”, disse ela, que retirou os animais de estimação que estavam em frente à propriedade.

 

PUBLICIDADE



PUBLICIDADE