PUBLICIDADE

Região


Nebulosidade permanece no final de semana

Publicada em: 20/01/2018 - 10:35

Entre o domingo e a segunda-feira podem ocorrer temporais em áreas isoladas

Nebulosidade permanece no final de semana

Crédito: LC Schneider/ON

A nebulosidade e os dias abafados devem permanecer neste final de semana em Passo Fundo e na região. As condições que causam o aumento das nuvens e deixam o tempo propício para ocorrência de pancadas de chuva permanecem no sábado e no domingo e ainda devem se prolongar na próxima semana.


O observador meteorológico da Embrapa Trigo/Inmet Ivegndonei Sampaio explica que o final de semana vai ser de muitas nuvens e nebulosidade e com chuvas no sábado e no domingo. O sábado inicia parcialmente nublado e com chuvas esparsas à tarde ou à noite. As temperaturas variam entre 18ºC e 26ºC. O domingo também inicia parcialmente nublado passando a encoberto com pancadas de chuvas e trovoadas à tarde ou à noite. A temperatura se eleva um pouco no domingo e a mínima fica em 18ºC e a máxima em 28ºC.


A previsão indica ainda possibilidade de chuvas mais intensas e com risco de temporais localizados na região norte entre o domingo e a segunda-feira. Na previsão estendida, o indicativo é de que a semana que vem também tenha o predomínio da nebulosidade e chuva todos os dias. Sampaio explica que embora as chuvas não tenham a mesma intensidade das que ocorrem em Santa Catarina e no Paraná, as precipitações na região são influenciadas pelas condições meteorológicas dos estados vizinhos. A nebulosidade que abrange grandes áreas desses estados, acaba atingindo também a metade norte do Rio Grande do Sul.


Essa nebulosidade vem de outras regiões e passa por aqui enquanto ganha força no caminho. Por isso, outras regiões do Estado acabam tendo o predomínio de sol enquanto aqui essas condições causam chuvas. Até a manhã da sexta-feira havia chovido 60mm, que representa 43% da média esperada para janeiro. No entanto, essas chuvas dos últimos dias foram mal distribuídas até mesmo dentro da cidade, com pancadas em alguns bairros e não em outros. O mês de janeiro permanece com chuva abaixo da média até o momento, assim como foi dezembro. Sampaio, no entanto, pondera que até o momento não á registros de maiores problemas em função da menor precipitação.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE