PUBLICIDADE

Saúde


Uma glândula que exige muita atenção

Publicada em: 16/07/2017 - 14:00

Diagnóstico precoce pode salvar em 95% dos casos de câncer de próstata

Uma glândula que exige muita atenção

Douglas Pedroso é médico urologista, professor de Urologia, Bioética e Responsabilidade Profissional na Faculdade de Medicina da UPF

Crédito: Arquivo Pessoal

Uma das principais preocupações para os homens de meia idade é o câncer de próstata, o segundo câncer mais comum no Brasil. Dados do Instituto Nacional de Câncer indicam que todos os anos surgem milhares de novos casos da doença no Brasil. O câncer de próstata exige atenção para os homens que já passaram dos 40 anos de idade. O Dr. Douglas Pedroso, médico urologista do Hospital São Vicente de Paulo de Passo Fundo, explica que a próstata é uma glândula situada entre a bexiga e a uretra. Alerta para os riscos do câncer de próstata, mas também destaca que um diagnóstico precoce, em 95% dos casos, pode conduzir a cura da doença.

A próstata

Professor de Urologia na Faculdade de Medicina da UPF, Douglas diz que a próstata nasce e cresce conosco. A partir dos 40 anos, ela retoma o seu crescimento, podendo trazer algumas complicações como diminuição do jato, sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, fazendo com que tenha que se levantar à noite pra urinar várias vezes. Estes sintomas são inerentes ao crescimento, sendo que alguns homens terão mais outros menos. Vale salientar que estes sintomas não têm nada a ver com o câncer da próstata. E o crescimento da próstata também não significa que causará um câncer da mesma.

O câncer de próstata

Douglas Pedroso explica que o câncer de próstata é uma alteração celular que acomete a glândula, sendo mais frequente após a quinta década de vida. Sabemos que de cada dez homens nascidos, quatro terão o câncer da próstata. Não há sintomas iniciais do câncer de próstata, por isso que preconizamos uma avaliação anual após os 50 anos. Pois se fará um diagnóstico precoce e isto poderá levar a cura desta doença em 95% dos casos. Se faz, inicialmente, um toque retal e um PSA, (Antígeno Prostático Específico) que é uma proteína produzida exclusivamente pela próstata. Ela sobe por vários motivos como uma prostatite, a idade e com um câncer localizado da próstata. Se o PSA estiver aumentado, o urologista a seu critério fará uma ressonância magnética da próstata com análise multiparamétrica, e esta indicará a necessidade de uma comprovação diagnóstica com uma biopsia da glândula.

Evolução e prevenção

Até 1992 não sabíamos da existência do PSA, então tratávamos as metástases, isto é, a doença avançada. Pois na fase inicial, insisto, o câncer é absolutamente silencioso. Os fatores de risco para o câncer de próstata são a obesidade e os afrodescendentes apresentam maior risco de câncer de grau mais elevado. Entretanto, o diagnóstico precoce e um tratamento adequado nos dá um índice de 95% de cura. Portanto, o toque retal e a dosagem do PSA anualmente, após pelo menos 50 anos de idade, salva vidas!

Palavras-chave:

saúde

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE



PUBLICIDADE