PF cumpre mandados judiciais em investigação sobre fake news

Aliados do presidente Jair Bolsonaro estão entre os investigados

Por
· 1 min de leitura
(Foto: Marcelo Carvalho/Agência Brasil)(Foto: Marcelo Carvalho/Agência Brasil)
(Foto: Marcelo Carvalho/Agência Brasil)
Você prefere ouvir essa matéria?

A Polícia Federal (PF) cumpre, desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (27), ordens judiciais determinadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

As ordens judiciais tratam de investigações sobre fake news (inquérito nº 4.781), conduzidas pelo ministro Alexandre de Moraes.

Os policiais federais cumprem 29 mandados de busca e apreensão em endereços no Distrito Federal, Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Paraná e Santa Catarina.

Aliados do presidente Jair Bolsonaro estão entre os alvos dos mandados. Entre eles, o ex-deputado federal Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang, dono da Havan e os blogueiros Allan dos Santos e Winston Lima. Conheça os demais alvos dos mandados:

  • Sara Winter, blogueira (DF)

  • Edgard Corona, empresário (SP)

  • Edson Pires Salomão (SP)

  • Enzo Leonardo Suzi (SP)

  • Marcos Bellizia (SP)

  • Otavio Fakhoury (SP)

  • Rafael Moreno (SP)

  • Rodrigo Barbosa Ribeiro (SP)

  • Paulo Gonçalves Bezerra (RJ)

  • Reynaldo Bianchi Júnior (RJ)

  • Bernardo Kuster (PR)

  • Eduardo Fabris Portella (PR)

  • Marcelo Stachin (MT)

O ministro também intimou deputados a prestarem inquérito nos próximos dias. Entre eles está a deputada Carla Zambelli (PSL-SP). Os outros deputados são Bia Kicis (PSL-DF), Daniel Lúcio, Filipe Barros (PSL-PR),Junio Amaral (PSL-MG), Luiz Phillipe de Orleans e Bragança (PSL-SP) e os deputados estaduais Douglas Garcia e Gil Diniz (PSL-SP). Estes deputados não são alvos de mandados de buscas e apreensão.

Com informações da Agência Brasil   

Atualizado às 12h10

Gostou? Compartilhe