Abraham Weintraub deixa o Ministério da Educação

Em vídeo ao lado do presidente, Jair Bolsonaro, ele afirmou que deixará a pasta nos próximos dias

Por
· 1 min de leitura
Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilFoto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Você prefere ouvir essa matéria?

O ministro Abraham Weintraub anunciou, na tarde desta quinta-feira (18), a demissão do cargo como titular do Ministério da Educação. 

Em vídeo ao lado do presidente, Jair Bolsonaro, ele afirmou que deixará a pasta nos próximos dias. O nome de seu substituto não foi anunciado. A exoneração foi uma medida para tentar aliviar a tensão entre os Poderes Executivo e Legislativo tomada após Weintraub ser alvo de inquérito por ter chamado os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de "vagabundos". "Agradeço a todos de coração, em especial ao Presidente Jair Bolsonaro. O melhor Presidente do Brasil! LIBERDADE!", escreveu o economista. 

Ao lado do, agora, ex-ministro, Bolsonaro afirmou se tratar de um "momento difícil". "Todos os meus compromissos de campanha continuam de pé e busco implementá-los da melhor maneira possível. A confiança você não compra, você adquire. Todos que estão nos ouvindo agora são maiores de idade e sabem o que o Brasil está passando. E o momento é de confiança. Jamais deixaremos de lutar por liberdade. Eu faço o que o povo quiser”, disse o mandatário. 


Gostou? Compartilhe