Revisionismo e negacionismo histórico em debate na UPF

Evento promovido pelo curso de História e seu programa de Pós-Graduação inicia nesta quarta-feira (21)

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

O curso e o Programa de Pós-Graduação em História da Universidade de Passo Fundo (UPF) promovem, a partir de hoje (20), o evento: “Negacionismos e Revisionismos - o conhecimento histórico sob ameaça”. O objetivo é discutir e analisar as tentativas de “reinterpretar” ou negar fatos históricos – e como esses movimentos têm impacto nas questões de memória, na formação da opinião pública, dentre outras consequências sociais –, além de fortalecer o conhecimento histórico e trazer orientações para estudantes e profissionais da área.


A justificativa do evento é o acirramento e a crescente polarização no debate político brasileiro que, entre outras consequências, colocou este campo do conhecimento em evidência. “Em escala inédita a sociedade brasileira está conhecendo os efeitos do que se convencionou chamar de negacionismo histórico. Por definição, o negacionismo histórico constitui a negação de um fato ou processo histórico já chancelado pela pesquisa científica. No Brasil e no mundo, estamos diante de negacionismos e revisionismos ideológicos sobre temas sensíveis, que apresentam grande acúmulo de conhecimento sistematizado na historiografia de várias tendências teóricas e ideológicas”, explica a doutora em Doutora em História Ibero Americana e professora da UPF, Ana Luiza Setti Reckziegel.


O evento integra a rede de Cursos e Programas de Pós-graduação em História brasileiros, proposta pelo PPGH da USP, cujo objetivo é refletir sobre o lugar do meio acadêmico/ historiográfico em um contexto de ataque às Humanidades e, em especial, contra o campo da História.

Inscrições
O evento é aberto a estudantes, professores e interessados em geral. As inscrições terão o valor de R$ 10,00 para estudantes e R$ 30,00 para público em geral.


Programação
21/08/2019
ABERTURA
Negacionismos e revisionismos como desafios ao conhecimento histórico: Dra.Ana Luiza Setti Reckziegel
MESA 1: Negacionismo e Escravidão: Dr. Mario Maestri

22/08/2019
MESA 2: Negacionismo e Holocausto: Dr. Adelar Heinsfeld
MESA 3: Negacionismos no campo da história rural: Dr. João Carlos Tedesco e Dra. Ironita P. Machado

23/08/2019
MESA 4: Negacionismos e história indígena: Dr. Tau Golin
MESA 5: Negacionismos das ditaduras militares na América do Sul: Dra. Ana Luiza Setti Reckziegel e Dr. Alessandro Batistella

Gostou? Compartilhe