Morre segunda vítima de atropelamento na BR 324

Homem de 20 anos não resistiu aos ferimentos

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Carlos Eduardo Trelha Miranda, de 20 anos, faleceu durante a madrugada desta terça-feira (01), no Hospital São Vicente de Paulo (HSVP), após não resistir aos ferimentos causados por um atropelamento sofrido no final da manhã de segunda-feira (30), nas imediações do Sest-Senat, em Passo Fundo. 

O homem caminhava pela perimetral ao lado da esposa, Gisele Pereira Venegáz, de 21 anos e o filho do casal, de um ano e seis meses, que estava no carrinho de bebê, quando foi surpreendido com um caminhão, com placas de Guaraciaba/SC, que os atingiu. A companheira de Mirando morreu no hospital em circunstância de uma parada cardiorespiratória no dia do acidente. 

A criança apresentava ferimentos na cabeça e nas pernas e foi imobilizada.

 

Gostou? Compartilhe