Comunidade participou do evento Física na Praça da UPF, na terça-feira, 29 de outubro, na Praça da Mãe

Por
· 1 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Observar as estrelas, desafiar a gravidade, perceber os fenômenos eletrostáticos, pisar na cama de pregos. Essas e outras experiências foram protagonizadas na Praça da Mãe, no centro de Passo Fundo, na noite de terça-feira, 29 de outubro, no evento Física na Praça, promovido pelo curso de Física da Universidade de Passo Fundo (UPF). A comunidade pôde conhecer a física sob outro ângulo, de forma interativa e lúdica.

 

O evento apresentou cerca de 20 experimentos, mais as observações astronômicas, por meio de telescópios. “Esta é a oitava edição do evento, que tem como objetivos a formação dos nossos acadêmicos, que estão explicando os fenômenos da física para a comunidade, e também para divulgação e popularização da ciência perante à comunidade, estudantes e curiosos. A física não é algo distante do cotidiano, muito pelo contrário. Os fenômenos físicos ocorrem a toda hora, inclusive nas aplicações tecnológicas de leis da física, como o funcionamento do smartphone, por exemplo”, explicou o coordenador do evento, Me. Alisson Giacomelli.

 

Os acadêmicos do curso de Física colocaram seus conhecimentos em prática, respondendo asdúvidas da comunidade e explicando os experimentos. “Como aluno, vejo o quanto este evento engrandece a nossa graduação. A gente percebe o que pode ou não ser facilmente aplicado, testa os limites do conhecimento, e ajuda a nos encontrar na profissão de professor de Física. O que vivemos neste evento não é uma aula tradicional, mas é uma função do professor”, declarou o estudante do oitavo nível do curso de Física da UPF, Afonso da Rosa.

 

Além da comunidade em geral, participaram diversos estudantes do ensino médio e fundamental. E o evento despertou ainda mais o interesse do estudante do ensino médio, Davi Silveira Vieira, pela área. “Esse evento nos dá uma noção de como a Física está próxima e presente no nosso dia a dia”, comenta o estudante, que pretende seguir profissionalmente nesta área.

Gostou? Compartilhe