"Não podemos mais ficar sentados aguardando decisões espúrias do STF", diz manifestante

Grupo se reuniu em frente ao Fórum de Passo Fundo para protestar contra decisões da Corte

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um grupo de manifestantes se reuniu, na tarde deste sábado (09), em frente ao Fórum de Passo Fundo para protestar contra a revogação da medida que autorizava a prisão em segunda instância, revista pelo Superior Tribunal Federal (STF) na quinta-feira (7) e que concedeu soltura ao ex-presidente Lula, na tarde de sexta-feira (8).

Unificada com demais cidades do país, o movimento foi organizado em um dia, conforme contou a líder do grupo Mulher com Bolsonaro, Ada Cristina Munaretto. "Não podemos mais ficar sentados aguardando essas decisões espúrias do STF. Por isso, decidimos vir até as escadarias do Fórum, que representa a Justiça aqui em Passo Fundo, para demonstrar a nossa insatisfação com essa decisão", disse. "Estamos muito indignados para ficarmos em casa", prosseguiu ela. 

Segundo os organizadores, o ato reuniu cerca de 50 pessoas. 

 

Gostou? Compartilhe