?EURoeNós devemos ficar afastados pelo tempo que for necessário?EUR?

Em vídeo publicado na manhã da quarta-feira (25), o prefeito Luciano Azevedo reforçou necessidade do isolamento social

Por
· 1 min de leitura
Crédito:

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, publicou na manhã desta quarta-feira (25) um pronunciamento em suas redes sociais, onde reforça necessidade de isolamento social. A prefeitura decretou situação de emergência na sexta-feira (19) e determinou o fechamento do comércio de serviços não essenciais. Desde então outras medidas foram adotadas, como a suspensão das atividades industriais (não essenciais) e mudanças no transporte público. “Todas elas são fruto de discussão com técnicos e especialistas que indicam que as pessoas devem ficar afastadas para se proteger do vírus, que infelizmente tem causado tantas mortes em todos os lugares do mundo”, disse o prefeito.

A fala de Luciano vem na contramão do pronunciamento realizado terça-feira (24) pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, que pediu o fim do “confinamento em massa”.

O prefeito reconhece que as medidas causam transtornos, mas reforça que são necessárias. “Nós devemos ficar afastados pelo tempo que for necessário. Nós esperamos que ele seja o menor tempo possível e que logo possamos, todos nós, retornar às nossas atividades normais. Sabemos do transtorno que essas medidas causam, mas é importante dizer que elas foram tomadas em todo o país, nas grandes, médias e pequenas cidades, prevenindo o contágio e permitindo que as pessoas possam ficar isoladas umas das outras. Essa é a recomendação”, destacou Luciano.
Ele ainda agradeceu os profissionais de saúde, as instituições de saúde, os hospitais, as faculdades e os técnicos de Passo Fundo. “Recebam, portanto, neste momento uma palavra de serenidade, de tranquilidade, nós estamos fazendo tudo aquilo que possível, como comunidade, para prevenir e combater o coronavírus.” O prefeito finalizou ressaltando a gravidade da situação e fazendo um pedido: “Fique em casa”.

Combate ao Coronavírus

As ações do governo municipal também foram destacadas pelo prefeito no vídeo. Uma delas é a contratação de mais de 120 profissionais da área da saúde. “Dezenas de médicos para atender a população nesse momento diferente que estamos vivendo”, disse Luciano. Ele mencionou também a ampliação de leitos no Hospital Municipal, a compra de respiradores e a instalação do Centro de Referência e Atendimento ao Coronavírus, no Cais Petrópolis. A previsão é que os novos leitos do Hospital Municipal sejam entregues em abril.

Gostou? Compartilhe