Cantata Natalina não será apresentada em 2020

Devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus, a organização do espetáculo cancelou apresentações

Por
· 1 min de leitura
Divulgação/ON Divulgação/ON
Divulgação/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

A Comissão Central de Organização da Cantata Natalina decidiu pelo cancelamento das apresentações, previstas s para ocorrer entre os meses de novembro e dezembro, no Rio Grande do Sul, no Rio de Janeiro e em São Paulo, além do Distrito Federal. 

Diante da incerteza acerca de quando e como se dará a retomada das atividades pedagógicas presencias e, especialmente, das atividades extracurriculares, também não se consegue vislumbrar a possibilidade de realização dos sequenciais ensaios que culminam com as apresentações protagonizadas por educandos matriculados nas diferentes instituições de ensino Notre Dame.

A mesma insegurança envolveria o reconhecimento e o exercício das canções que compõem o roteiro artístico do espetáculo pelas crianças e pelos adolescentes matriculados na rede pública de ensino – que emprestam as suas vozes às apresentações realizadas em Passo Fundo, por meio de parceria com a Secretaria Municipal de Educação. Comunicado acerca do cancelamento, o secretário Edemilson Brandão enfatizou a expectativa de que este vínculo seja reatado, tendo em vista os próximos natais. “Que pena! Mas é plenamente justificável, sobretudo pelo grande público que assiste. Vamos manter sempre viva essa parceria que é um orgulho para toda a cidade”, frisou.

No município, outro fator considerado é o bem-estar dos integrantes do Coral Adulto do espetáculo, uma vez que boa parte dos voluntários se enquadra, devido à faixa etária, no grupo de risco para a Covid-19 – de modo que devem evitar ao máximo o contato social e, consequentemente, a participação em atividades recreativas presenciais.  “Compreendo e me solidarizo com a decisão, embora, enquanto passo-fundense, lamente. É uma decisão sensata”, disse o prefeito Luciano Azevedo. 

A coordenadora da Comissão Central de Organização do espetáculo, Irmã Maria Pin, ressalta, no entanto, a esperança de que a 14ª edição do evento seja apresentada em 2021. “É difícil, mas necessário, cancelarmos as apresentações de 2020. No próximo ano, porém, a alegria de viver será cantada com mais entusiasmo”, vibra a religiosa, agradecendo a artistas e espectadores, a colaboradores e prestadores de serviços, a apoiadores e patrocinadores, por tornarem possível a realização do espetáculo.

Gostou? Compartilhe