Após quase 5 horas, policiais libertam criança e prendem sequestrador

Menino ficou sob a mira de uma faca no bairro Vila Fátima

Por
· 1 min de leitura
Foto: Gerson Lopes/ONFoto: Gerson Lopes/ON
Foto: Gerson Lopes/ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Após quase cinco horas de negociação, os policiais da Brigada Militar e do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) de Porto Alegre libertaram o menino de 11 anos que estava em cárcere privado, na residência onde mora há menos de 40 dias com a mãe e a irmã, na Vila Fátima, em uma localidade próxima ao Cemitério Vera Cruz em Passo Fundo.

O sequestro, iniciado por volta das 10h30min desta terça-feira (9), aconteceu após o homem, de 38 anos, fugir de abordagem policial e invadir a casa portando uma faca. Durante as tentativas de libertar o refém, o homem exigiu a presença de jornalistas, da mãe e de um advogado criminalista no local do crime. 

O homem foi preso em flagrante.

Atualização

O Tenente Coronel do 3° RPMon, Volnei Ceolin, conversou com a imprensa após a libertação da criança. Ele explica que não foi necessário invadir a casa e que o sequestrador se entregou. A criança e o homem não sofreram ferimentos. 

O homem estava em prisão domiciliar em Jaguari devido a pandemia. Em Passo Fundo, ele foi abordado pela Brigada Militar e fugiu para a casa da família pedindo para se esconder. O Tenente afirma que o homem conhecia a família.


Notícia atualizada às 16h19 para acréscimo de informações.

Gostou? Compartilhe