Prefeitura já entregou 170 toneladas de alimentos

O objetivo é minimizar os impactos da pandemia para a população em vulnerabilidade

Por
· 1 min de leitura
Foto: Divulgação/PMPFFoto: Divulgação/PMPF
Foto: Divulgação/PMPF
Você prefere ouvir essa matéria?

Em busca de minimizar os impactos da pandemia para a população em vulnerabilidade, a Prefeitura de Passo Fundo, através da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, já entregou 170 toneladas de alimentos, o que resulta em 8.500 cestas básicas. Do total, mais de 300 cestas atenderam a população de estrangeiros que reside na cidade. A ação beneficiou cerca de 36 mil pessoas.

A Prefeitura trabalha ainda para suprir a demanda existente e tem previsão de entregar mais 4.500 cestas, totalizando 250 toneladas. “A Prefeitura está fazendo todos os esforços, enquanto órgão responsável por garantir acesso a estes direitos fundamentais, que também são responsáveis pela manutenção da vida. Sabemos que a questão social é impactada em uma situação de pandemia como essa, mas a administração está olhando com atenção para a população mais vulnerável”, afirmou o prefeito Luciano Azevedo. 

Nas ações gerais da secretaria, são mais de 12 mil famílias, ou seja, 40 mil pessoas. A prioridade para o recebimento do benefício de alimentos, por meio de recursos da Prefeitura e de doações da comunidade, é para quem não está recebendo o auxílio emergencial e não tem nenhuma outra renda.

Ainda, de acordo com Portaria 369/2020 do Ministério da Cidadania, irão ser adquiridos mais equipamentos de proteção individual (EPIs) para os trabalhadores da assistência social, além de alimentos para as instituições de longa permanência para idosos (ILPIs), APAE e residência inclusiva, conforme a prévia destinação do Ministério da Cidadania.

Gostou? Compartilhe