Azul só retomará operações em Passo Fundo após conclusão das obras

Empresa vai cancelar venda de bilhetes. Voos estavam previstos para 1º de agosto

Por
· 1 min de leitura
Gianfranco Panda Beting-Azul / ON Gianfranco Panda Beting-Azul / ON
Gianfranco Panda Beting-Azul / ON
Você prefere ouvir essa matéria?

Com a pandemia do novo coronavírus, a empresa Azul paralisou as operações no Aeroporto Lauro Kortz em 23 de março. A retomada dos serviços, ligando Passo Fundo ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, estava prevista para o dia 1º de agosto. Mesmo com reservas e venda de bilhetes em aberto no seu site, na terça-feira, 16, a empresa distribui nota impondo restrições para o retorno a Passo Fundo. A questão estava relacionada à indefinição sobre as anunciadas obras no aeroporto o que, certamente, determinaria um período de fechamento da pista. Com novo anúncio do Governo do Estado, indicando que as obras no Aeroporto Lauro Kortz podem começar em 60 dias, a Azul vai cancelar a venda de passagens, deixando a retomada operacional para após a conclusão das obras de melhorias.

Nova posição da empresa

Com o possível fechamento do aeroporto de Passo Fundo para as obras na pista, haveria transtornos para a empresa. Logo após a retomada, os serviços seriam paralisados novamente para um novo reinício após a liberação da estrutura. Segundo a assessoria de imprensa da companhia, “a Azul esclarece que, em função dos desafios da pandemia, tem realizado ajustes semanais em sua malha, em uma tentativa de prever o melhor equilíbrio entre oferta e demanda. Em função disso, os voos de agosto em Passo Fundo ainda constam no sistema da companhia, mas serão suprimidos ainda nesta semana”. Porém, na mesma manifestação, deixa clara a intensão de retomar as operações em Passo Fundo. “A Azul celebra ainda o anúncio do projeto para a reforma da pista, que será apresentado pela empresa vencedora da licitação. A companhia espera que as obras possam ser iniciadas e concluídas dentro do cronograma para que a empresa possa retomar suas operações regulares na cidade gaúcha”.

Longevidade operacional

Recomeçar e em seguida parar, seria prejudicial à empresa como entende o Secretário de Desenvolvimento Econômico de Passo Fundo, Carlos Eduardo Lopes da Silva. “Isso é justo e lógico, pois eles querem a longevidade das operações”, avaliou. Lembrando a complexa política de ajustes na malha da companhia, Cadu destaca que a Azul “preferiu não fazer uma retomada arriscada para em seguida parar tudo”. Por outro lado, na próxima quarta-feira, 1º de julho, a Gol voltará a operar no Aeroporto Lauro Kortz. Numa primeira safe serão três voos semanais para São Paulo. O voo sai de Guarulhos às 08h35 e chega a Passo Fundo às 10h10. Na volta decola do Lauro Kortz às 11 horas para pousar às 12h40 em Guarulhos.

Gostou? Compartilhe