Após quase 5 horas, policiais libertam criança e prendem sequestrador

Menino ficou sob a mira de uma faca no bairro Vila Fátima

Escrito por
,
em
Foto: Gerson Lopes/ON

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Após quase cinco horas de negociação, os policiais da Brigada Militar e do Grupo de Ações Táticas Especiais (GATE) de Porto Alegre libertaram o menino de 11 anos que estava em cárcere privado, na residência onde mora há menos de 40 dias com a mãe e a irmã, na Vila Fátima, em uma localidade próxima ao Cemitério Vera Cruz em Passo Fundo.

O sequestro, iniciado por volta das 10h30min desta terça-feira (9), aconteceu após o homem, de 38 anos, fugir de abordagem policial e invadir a casa portando uma faca. Durante as tentativas de libertar o refém, o homem exigiu a presença de jornalistas, da mãe e de um advogado criminalista no local do crime. 

O homem foi preso em flagrante.

Atualização

O Tenente Coronel do 3° RPMon, Volnei Ceolin, conversou com a imprensa após a libertação da criança. Ele explica que não foi necessário invadir a casa e que o sequestrador se entregou. A criança e o homem não sofreram ferimentos. 

O homem estava em prisão domiciliar em Jaguari devido a pandemia. Em Passo Fundo, ele foi abordado pela Brigada Militar e fugiu para a casa da família pedindo para se esconder. O Tenente afirma que o homem conhecia a família.


Notícia atualizada às 16h19 para acréscimo de informações.

Relacionadas

Gostou? Compartilhe