Arte peruana em solo passo-fundense

Companhia Artística Essência Amancaes confirma presença no XIV Festival Internacional de Folclore de Passo Fundo

Escrito por
,
em
Festival acontece de 17 a 25 de agosto

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Mais do que representar a diversidade cultural e folclórica peruana, a Companhia Artística Essência Amancaes divulga uma poderosa mensagem, que não poderia estar mais explícita. Amancaes, a bela flor nativa das colinas costeiras do Peru, é levada no nome do grupo como metáfora para a difícil realidade enfrentada por muitos jovens peruanos, uma vez que essa flor também cresce em situações adversas de pedras, nevoeiros e ervas daninhas. É com essa importante manifestação que, neste ano, a Companhia traz a beleza da arte peruana ao XIV Festival Internacional de Folclore de Passo Fundo, que acontece 17 a 25 agosto.


O evento é promovido pela Prefeitura de Passo Fundo e a Associação de Organizações de Festivais Folclóricos do Rio Grande do Sul (AOFFERS), com aprovação do Ministério da Cultura, por meio da Lei Rouanet, e com a chancela de órgãos como o Conselho Internacional de Festivais Folclóricos (CIOFF), a Federação Internacional de Festivais de Dança (FIDAF) e a Federação Brasileira de Artes Populares (FEBRARP).


O grupo
A Companhia Artística Essência Amancaes foi fundada em 13 de julho de 2013, em Lima, capital do Peru, sob a direção geral de Gianfranco Bances Israel Galvan, a fim de difundir o folclore peruano, em nível nacional e internacional. Isso lhe permitiu ser um dos melhores grupos do seu país e mostrar o trabalho em festivais, restaurantes turísticos e empresas públicas e privadas.


Atualmente, a Cia é membro ativo do CIOFF Peru e, neste ano, será o único grupo de sua região a representar a instituição em festivais internacionais. O grupo conta com uma equipe de dançarinos artisticamente treinados e de professores altamente qualificados, com o objetivo de proporcionar apresentações folclóricas que disseminam suas danças e costumes através de encontros culturais, dentro ou fora do país, e ajudam os jovens a desenvolver suas habilidades e talentos.


O nome do grupo remete à flor de amancaes, nativa das colinas costeiras do Peru. Para eles, essa flor silvestre representa os jovens peruanos, justamente por crescer em situações adversas de pedras, nevoeiro e entre ervas daninhas. Para os jovens, essas condições equivalem às dificuldades e os perigos da sociedade de hoje, más amizades, drogas e falta de oportunidades. E, apesar de toda a natureza negativa, em meio a isso, nasce uma planta com flor e com sementes verdes que germinam no chão e, depois de cair, enraizadas no solo, garantem o nascimento de mais plantas.


Desta mesma forma, a Cia Essência Amancaes treina as crianças garantindo a continuidade do ensino. Também sugerem que seja ensinado aos jovens músicas folclóricas e danças usando técnicas contemporâneas e ballet, para que sejam formados com valores fundamentais para a realização de ensaios de forma sistemática, com disciplina e responsabilidade, e, assim, transmitir uma mensagem que podem transportar para o público e para lugares ao longo do tempo.

Gostou? Compartilhe