Biografia da Feira do Livro de Passo Fundo

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

“A Feira do Livro de Passo Fundo nasceu no ano de 1977”. É assim, no convencional estilo da melhor tradição enciclopédica dos escritores de biografias, que encontrei aquela que julguei ser a maneira mais adequada de começar a contar a história da Feira do Livro de Passo Fundo, que esse ano chega a sua 32ª edição. E se há que se atribuir uma paternidade ao evento, segundo os relatos do professor Welci Nascimento, que foi testemunha ocular da história, essa deve ser dada ao professor Athanásio Orth, que, na época, ocupava a Secretária Municipal de Educação e Cultura, na administração Wolmar Salton e Firmino Duro.


Entre as metas do professor Athanásio Orth, estava a criação de uma Feira do Livro em Passo Fundo. Uma reunião com os livreiros foi convocada pelo titular da pasta municipal da educação para debater o assunto. Outras tantas aconteceram, com a participação ampliada por educadores e empresários da cidade, até que, finalmente, foi designado Welci Nascimento como coordenador da 1ª Feira do Livro de Passo Fundo, que seria realizada no final do ano de 1977, como parte das homenagens dos 20 anos da Faculdade de Educação em Passo Fundo. E assim, com o apoio do executivo municipal, que forneceu transporte para trazer livros de Porto Alegre, recursos para a construção de barracas e subsídios para a vinda de escritores, se fez, no final de 1977, a 1ª Feira do Livro de Passo Fundo, nas dependências da Praça Tamandaré, com a participação de Josué Guimarães, em sessão especial de autógrafos.
A segunda edição da nossa Feira do Livro aconteceu em 1978, dessa vez na Praça Marechal Floriano, com quatro barracas de livreiros e a presença de escritores, como Cyro Martins, autografando suas obras. A feira do Livro começava a se consolidar e o evento se repetiria nos anos seguintes, no mesmo local, até a 6ª edição, em 1982, com as presenças ilustres de Josué Guimarães, Sergio Capparelli e Jayme Caetano Braun, entre outros. Em 1982, por obra e graça do evento El Niño de 1982/83, a estrutura da feira foi abalada por um forte temporal, que trouxe prejuízos e tristes lembranças aos expositores. Algo parecido se repetiria no El Niño de 1997/98.


Entre meados dos anos 1980 e início dos anos 1990 (até 1993, especificamente) há um hiato na história da Feira do Livro de Passo Fundo. A Feira do Livro de Passo Fundo é retomada em 1993, dessa feita no pavilhão anexo à Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, sendo iniciada a tradição de escolha de patronos, cuja honraria coube à professora Tania Rösing. Desde então, sucederam-se no posto de patrono da Feira do Livro de Passo Fundo: Dalva T. M. Bisognin (1994), Antonio Kurtz Amantino (1996), Pe. Elli Benincá (1997), Neusa Rocha (1998), José Johann (1999), Mário Maestri (2000), Jaime Sirotsky (2001), Alberto da Costa e Silva (2002), Airton Lângaro Dipp (2003), Ignácio de Loyola Brandão (2004), Carlos Henrique Iotti (2005), Alcione Araújo (2006), Antonio Augusto Meirelles Duarte (2007), David Coimbra (2008), Gilberto R. Cunha (2009), Eduardo Bueno (2010), Luiz Carlos Tau Golin (2011), Carlos Urbin (2012), Paulo Monteiro (2013), Juremir Machado da Silva (2014), Jorge Alberto Salton (2015), Mariane Loch Sbeghen (2016), Luis Fernando Verissimo (2017) e Luiz Coronel (2018).


Em 1994, o evento foi para o Ginásio do Sesi, sendo realizado com o apoio dessa instituição. No ano seguinte, 1995, não foi realizada a feira, que voltou em 1996, na Praça Marechal Floriano, na Avenida General Netto, em frente à Catedral, local onde seria realizada, anualmente, até 2014. Em 2018, a 32ª Feira do Livro de Passo Fundo, com programação de 1º a 11 de novembro, como vem acontecendo desde 2015, será realizada nas dependências do Bourbon Shopping.


Na história da Feira do Livro de Passo Fundo, além da prefeitura Municipal de Passo Fundo e da Universidade de Passo Fundo, especial menção deve ser feita à Associação dos Livreiros de Passo Fundo, que, desde a sua criação, em 2008, tem assumido a coordenação e se responsabilizado pela realização desse evento.

Gostou? Compartilhe