Coluna Saul Spinelli

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Morte
Na semana que passou tivemos a perda de quatro amigos, pessoas queridas do nosso convívio e que cumpriram suas missões neste plano e seguiram em frente. Triste, mas é a realidade de nossas vidas. As pessoas são mortais e a morte não tem aviso prévio.

 

Geson
Destes amigos queridos, quero aqui registrar a passagem do amigo Geson Brum da Silva, Agente Penitenciário da SUSEPE que em serviço faleceu em um acidente. Aos trinta e nove anos, Geson partiu de forma prematura. O susto foi grande, a tristeza e o desespero e também, porque não dizer, a indignação com o acontecido.

Geson II
Geson foi um vencedor, pois mesmo sendo humilde e com parcos recursos foi longe e muito mais longe que ele mesmo imaginava ir. Chegou onde sonhou pelo esforço, determinação e educação. Alcançou seus objetivos pelo apoio da família e de forma especial pela amada esposa Paula Adriana de Oliveira e amor incondicional que teve sempre pelos filhos Michel Brum e Santiago Brum.
Orgulho de sua mãe Jureni Brum e de suas irmãs Taciane, Gisane, Gisele, Gláucia, Cibene e Patrícia, Geson sempre foi referência de vitória para toda a família.

Geson III
Geson foi agente comunitário de saúde e no último ano estava como Agente Penitenciário. Estudou e passou no concurso e teve que após aprovação, lutar para que fosse chamado e nesta batalha também venceu. Na vida acadêmica Geson se formou em psicologia e em dezembro de 2017 ergueu o canudo em homenagem a todos aqueles homens e mulheres que contrariam as previsões que pobre não pode ser Doutor. Não tinha como ser diferente, Geson venceu sempre, pois suas lutas foram justas e nunca lhe faltou perseverança.

Geson III
Meu grande amigo era apaixonado pelas questões sociais e obstinado para implantar projetos que tirassem crianças das ruas, pois para ele se dermos amor aos pequenos teremos adultos bons e solidários. Mesmo sem recursos tinha espaço em sua casa para junto com a Paula e amigos atender estas crianças.

Geson IV
Obstinado em melhorar a vida das pessoas, meu amigo deixa o maior patrimônio que um homem pode deixar aos seus filhos “ Honestidade, trabalho e perseverança”. Siga em paz amigo e tenha certeza que aqui consolidou muitos amigos, construiu uma bela família e nos ensinou que quem não vive para servir, não serve para viver”. Desta forma continuará vivo em nossas lembranças e nos ensinamentos que passou a todos nós pelas ações de um home cristão.

 

Manitowoc
Importante destacar o quanto precisamos discutir, debater e de forma responsável resolver esta questão da área da empresa que já manifestou não ter interesse comercial na construção de guindastes em Passo Fundo. Não erra querendo errar, sabemos que a nossa economia teve influência direta nesta decisão e que agora devemos estar unidos para dar um destino correto para o espaço que deve gerar empregos e renda.

 

Indicação
A indicação assinada pela maioria dos Vereadores prevê que o município através de lei retome a área e que destine a alguma empresa que, além de gerar empregos e renda, assuma com os encargos que todos sabemos que tem. A Manitowoc investiu mais de R$ 100 milhões e hoje possui um financiamento a quitar de R$ 32 milhões e temos a discussão feita de encargos com o município em torno de R$ 8 milhões. Desta forma a discussão deve ser feita para que este imóvel não tenha o destino de muitas outras que por décadas estão totalmente abandonadas. Deixa como está, para ver como é que fica não será uma boa solução para a cidade, pois este tema extrapola partidos e ideologias, se trata de interesse público.

Gostou? Compartilhe