Eleições unificadas?

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Se depender da vontade da grande maioria dos prefeitos e vereadores o Projeto de Emenda a Constituição (PEC) do deputado Rogério Peninha Mendonça (MDB) será aprovado pelo Congresso. Durante a recente Marcha dos Prefeitos a Brasília, os gestores e legisladores municipais aplaudiram o deputado catarinense, ardoroso defensor da prorrogação os mandatos dos atuais Prefeitos, Vice-Prefeitos e Vereadores por dois anos. Dentre as justificativas da PEC 49/2019 de sua autoria, a unificação das eleições vai permitir economia de recursos e os valores poderão ser utilizados em serviços essenciais a população.


I I
O tema pautou a reunião da Amau ocorrida na quarta-feira (29). Atendendo pedido da Famurs, os prefeitos do Alto Uruguai foram questionados sobre a prorrogação dos seus mandatos até 2022. A maioria dos presentes se manifestou favoravelmente a proposta, que prevê entre outras inovações, mandatos de cinco anos e o fim da reeleição para o executivo. Para a coluna Maurício Soligo (PP) disse além dos altos custos para eleições a cada dois anos a unificação acabaria com a reeleição ao executivo. O mesmo afirmou o prefeito Mário Luís Ceron (PTB), de Ipiranga do Sul. Dentre as vantagens da mudança apontou a unificação dos mandatos nos municípios com os do Estado e União
 
I I I
No século XX os mandatos dos prefeitos e vereadores eleitos em 1976 foram prorrogados por dois anos para coincidir com as eleições de 1982. No dia 15 de novembro daquele ano foram renovadas todas as Câmaras de Vereadores, as Assembleias Legislativas Estaduais, a Câmara dos Deputados, e um terço do Senado.  O ano de 1982 foi à primeira eleição de governadores pelo voto popular desde 1965. Para que as eleições municipais não ocorressem junto com o pleito de 1986, quando foram eleitos os integrantes das Assembleias Nacional e Estaduais Constituintes, os mandatos dos prefeitos e vereadores forram prorrogados até 1988.

Curtas:
# O parecer do Tribunal de Contas no processo 003014-0200/15-2 das contas da Prefeitura Municipal de Sertão, exercício de 2015, entrou na pauta da sessão do legislativo na noite de segunda-feira (27).
# Seguindo o regimento interno do poder legislativo instalado no número 599 da Av. Getúlio Vargas, o parecer relativo aos gestores Marcelo D’Agostini e Adelar Mosi Antunes foi baixado para a comissão geral de pareceres.
# Indicação da vereadora Deliane Assunção Ponzi (MDB) entrou na pauta da sessão da Câmara de Getúlio Vargas realizada quinta-feira (30).
# A vereadora da bancada do MDB defendeu que o Daer realize um estudo com a engenharia de trânsito para ações de melhorias na estrada que liga Getúlio Vargas a Estação.
# Na mesma sessão foi analisado o projeto de lei enviado pelo executivo que institui a segunda Comissão Permanente de Sindicância e Processo Administrativo Disciplinar e Especial e atribui gratificação aos seus membros.
# O diretório do PP de Getúlio Vargas elegeu sua nova executiva na convenção realizada no último dia 18 de maio.
# Para a convenção presidida pelo vereador Dinarte Farias foi registrada uma única chapa que obteve a totalidade dos votos dos membros do diretório.
# Até 2021 a executiva municipal do PP será presidida por Elgido Pasa, e como 1º e 2º vice-presidente Vitor Hugo Kichel Fernandez e Paulo César Borgmann.


Dito & Feito:
As seis candidatas a Rainha dos 85 anos do município de Getúlio Vargas desfilaram em carro aberto pelas ruas da cidade na tarde de sábado (01). O Baile para a escolha das soberanas que estarão à frente das festividades acontece no próximo sábado (08) no salão principal do Tênis Clube/Aliança. 

Gostou? Compartilhe