Escola aposta na vivência prática

Daniel Dipp desenvolve projetos de sustentabilidade para educar e conscientizar cerca de 600 alunos

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Vivenciar na prática as experiências de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente. Há três anos, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Daniel Dipp está criando projetos que buscam educar e sensibilizar cerca de 600 estudantes sobre a importância de cuidar do meio ambiente. As atividades fazem parte do Projeto Escola Mais Verde.


Criada há 26 anos, a escola iniciou seus trabalhos como um Centro Integrado de Educação (CIEPs), oferecendo aos estudantes ensino público em período integral. Hoje, a Daniel Dipp atende alunos do 1º ao 9º ano, pela parte da manhã e à tarde. “Ela é considerada a escola municipal de Passo Fundo que possui o maior pátio, e onde ocasionalmente, se tem as principais atividades de sustentabilidade inseridas”, comenta a diretora da escola, Ana Delise Cassol.


Escola mais verde
A escola possui um horta que é cultivada pelos estudantes, com orientação dos educadores. Nela são plantadas beterraba, cenoura, alface, além de diversos tipos de temperos. O alimento produzido na horta é utilizado para preparar a refeição dos alunos. Além disso, quando excede o número de plantação, os produtos são vendidos, e assim é possível comprar novas sementes para a próxima plantação. A horta também cultiva ervas medicinais e chás, em pneus como se fossem vasos. E aí, até mesmo os avós das crianças entram na brincadeira. Eles são convidados para ajudar e ensinar algumas técnicas de plantio.


Não é possível deixar de perceber as inúmeras floreiras presentes na escola. Muito coloridas, elas tornam o ambiente mais alegre para estudar. Elas são plantadas em materiais reutilizados, como pneus e latas de alumínio. No local ainda há pelo menos dois jardins suspensos e 98 árvores plantadas. A escola realiza também a arrecadação de pilhas e baterias de telefones celulares, como forma de mostrar para os alunos o quão prejudicial elas podem ser, caso descartadas incorretamente no meio ambiente.


Outro projeto sustentável apresentado aos alunos foi a colocação de calhas para a captação de água da chuva. Ela serve para irrigar a horta, os jardins e as flores e realizar a limpeza de banheiros e calçadas. Um pergolado também foi construído no pátio da escola, e os estudantes ajudaram na confecção dos pallets. O local é utilizado para a confraternização, especialmente na hora do intervalo.


O Projeto Escola Mais Verde foi criado para, além de incentivar a sustentabilidade e a preocupação com o meio ambiente, valorizar a escola. “Quando montamos nossa equipe, pensamos que rumo dar para a escola, qual visão. E mostrar para o aluno que o que é mais importante dentro da comunidade é a escola. Tentar transformar a Daniel Dipp na melhor escola do bairro. É necessário ter um propósito definido”, relata Ana. O objetivo agora é construir uma estufa para os cultivos.


As turmas são divididas para que cada uma fique responsável por uma das áreas sustentáveis. Todas as atividades do Projeto, como a plantação e o cuidado da horta e das floreiras, é feito de maneira voluntária pelos estudantes, cada um tem suas habilidades e preferências, que vão sendo ainda mais aprimoradas com o direcionamento de outras experiências. As verbas estaduais e municipais que a escola recebe, são destinadas quase que em sua totalidade para a manutenção do ambiente escolar. Para a realização dos diversos projetos, o apoio de outras entidades e universidades é essencial.


Árvores
Neste ano, a escola recebeu o Projeto Uma Criança, Uma Árvore, realizado pela Prefeitura de Passo Fundo, que tem o objetivo de arborizar os espaços urbanos da cidade. Cada muda plantada, é uma nova vida que nasceu. A Daniel Dipp foi a honrada de receber a planta de número 10 mil, por todo trabalho e engajamento que vêm desenvolvendo com crianças e jovens através da sustentabilidade. As cores vibrantes pintadas nas paredes, os cartazes coloridos e as frases positivas nas escadarias, são o incentivo que os alunos recebem para que se tornem jovens mais preocupados com o futuro do meio ambiente e trabalhem a sustentabilidade de forma mais ativa.

Importância
“Eu acho importante o Projeto de Sustentabilidade porque a escola fica mais bonita, agradável de estar e nem dá vontade de ir para casa. A partir de desse projeto, a merenda ficou mais gostosa, a escola ficou mais colorida, e os professores nos incentivam a cuidar do meio ambiente. É muito bom estudar nesta escola e fazer parte deste projeto que levaremos para fora da escola”, comenta a estudante do 9º ano, Maiquieli Paz.

Gostou? Compartilhe