Fatos 02.08.2018

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Eleitorado de Passo Fundo cresceu 4,8%

Quase 71% da população brasileira é composta de eleitores.  O número aumentou 3% em relação às eleições de 2014. São 147,3 milhões de eleitores espalhados pelo Brasil e também no exterior, em 110 países. Em Passo Fundo o eleitorado cresceu acima da média nacional, no mesmo período. Passou de 139.388 em 2014, para 146.094 em 2018. Média de 4,8%. Da última eleição para esta (2016) este crescimento também foi significativo, na ordem de 2,6%. Há algumas explicações e uma delas é a transferência de títulos para a cidade, tanto de estudantes quanto de pessoas que passam a residir por conta de trabalho ou outras razões. E tem o crescimento orgânico, natural de qualquer cidade jovem como a nossa.

Repensando

Evandro Zambonato reavalia participar das eleições deste ano, como pretendia. A condenação por improbidade administrativa, mesmo em primeira instância, atinge em cheio o projeto político. Caminho aberto para a candidatura de Mateus Wesp. Ambos disputariam vaga à Assembleia Legislativa pelo PSDB.  

Instagram

Especialistas apostam no Instagram como a rede social que vai ser muito usada na campanha eleitoral deste ano. Com 50 milhões de usuários, o aplicativo deve ser usado não só para apresentar propostas, mas uma forma de humanizar os candidatos.

Pesquisa I

A dois meses da votação em primeiro turno, (7 de outubro), o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, aparece em primeiro em duas pesquisas. Instituto Paraná Pesquisas, ouviu 2.240 eleitores nos 26 estados e no Distrito Federal, entre 25 e 30 de julho, Bolsonaro tem 23,6% das intenções de votos.  Marina Silva (Rede), tem 14,4% e Ciro Gomes, do PDT 10,7%. Geraldo Alckmin tem 7,8% de prováveis votos no primeiro turno. Não escolheriam nenhum dos candidatos 24,7% dos entrevistados, enquanto outros 4,7% não souberam opinar.

Pesquisa II

Na pesquisa Ipespe, contratada pela XP Investimentos de São Paulo, Bolsonaro também aparece na primeira posição. Ainda que empatado tecnicamente com Geraldo Alckmin, o candidato do PSL tem 21% das intenções de voto, frente a 20% do tucano. Marina Silva aparece na terceira posição com 10%, seguida por Ciro Gomes, com 8% das intenções de voto. Entre os entrevistados, 23% responderam que não votariam em nenhum dos candidatos e 6% não souberam responder.  Para a montagem dos dados, o instituto ouviu mil pessoas por telefone entre os dias 26 e 28 de julho.

 

Gostou? Compartilhe