Fatos 03 e 04-03-2018

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Um mês para decidir

Os próximos dias poderão ser decisivos para que o prefeito Luciano Azevedo defina se vai ou não concorrer a deputado federal. O PSB pressiona. Na terça-feira, Luciano reuniu vereadores da base do governo para discutir o assunto. No final de semana, já em Brasília, vai se encontrar com o presidente estadual, José Stédile, e com o presidente nacional do partido, Carlos Siqueira. O prefeito também tem conversado sobre o assunto com o vice-prefeito João Pedro Nunes, que, discreto, mantém-se em silêncio e não fala sobre a possibilidade de assumir em definitivo a Prefeitura. Para concorrer a deputado federal, Luciano teria que renunciar ao cargo até 6 de abril. É um caminho sem volta! Se for eleito, fica quatro anos em Brasília. Em caso se insucesso, fica sem mandato. Na próxima semana o prefeito também deve falar com presidentes de partido da base aliada que o apoiaram na eleição. Lideranças locais e regionais como os ex-deputados Beto Albuquerque e Francisco Turra e os ex-prefeitos Airton Dipp e Fernando Machado Carrion têm sido ouvidos.

Visitantes

Passo Fundo é um colégio eleitoral visado por políticos de todas as regiões do Estado. É por isso que a agenda de visitas costuma ficar cheia em ano eleitoral. Como somos uma cidade hospitaleira e muito educada, sempre acolhemos bem os que vem de longe e que, na maioria das vezes, costumam esquecer o caminho, principalmente depois de eleito. Por isso, muita atenção para os candidatos a deputado (estadual ou federal) que só aparecem em ano de eleição.

Roteiro

Como polo regional importante, é agenda certa nos roteiros de candidatos ao governo do Estado e presidenciáveis. Neste mês de março, a cidade vai receber dois deles: o senador Álvaro Dias, do Podemos, que estará na cidade neste sábado para uma agenda com o partido e empresários; e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, PT, que reprogramou a caravana: estará em Passo Fundo no dia 23 de março. A assessoria do ex-presidente já faz contatos para acertar a coletiva de imprensa e a agenda local.

Metasa I

“Foi o melhor presente que a cidade de Marau recebeu nos seus 63 anos de existência”. A comemoração foi do prefeito Iura Kurtz, PMDB, ao receber a informação de que o empresário Antônio Roso, reassumiu o comando da Metasa. Foram dois meses de intensas negociações até celebrar o acordo com a Codeme Engenharia S/A. A transição ainda depende da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), o que deve ocorrer em 60 dias. Roso ressaltou durante o anuncio que o ponto-chave da retomada foi a observação da ineficiência da última gestão, resultando em atritos.

Metasa II

A família Roso tem muito trabalho pela frente para conquistar o mercado. A empresa vale três vezes menos do que há quatro anos atrás. A retomada do controle acionário foi um compromisso com a comunidade de Marau, pois havia a forte intenção dos antigos acionistas de encerrar as atividades no município, acabando com uma história de 42 anos e criando um grave problema social com a demissão de 500 trabalhadores. Roso anuncia mudanças na área de gestão e o fortalecimento do setor de vendas, com objetivo de ampliar a cartela de clientes. 

   

Gostou? Compartilhe