Fatos 04.05.2018

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Injustiça

O PSB cometerá uma injustiça histórica se optar por José Fortunati como candidato ao Senado em detrimento de Beto Albuquerque. A disputa interna se deu depois do ingresso do ex-prefeito de Porto Alegre na legenda. “O partido não pode virar as costas ao principal protagonista da sua história”, desabafou um socialista, que se diz indignado e desiludido com os rumos ditados pelos atuais dirigentes. O diretório estadual cancelou a reunião que deveria acontecer no sábado, 5, e que definiria o candidato ao Senado. Em nota, disse que “é necessária uma definição maior da conjuntura política e eleitoral Nacional com a possibilidade concreta de candidatura própria através do ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa. Também alega indefinições nas coligações majoritárias para a disputa ao governo do Estado. É que o PSB demonstra inclinação para apoiar Sartori, mas negocia vaga ao Senado. O PMDB, no entanto, tem indicado o ex-governador Germano Rigotto para a disputa.

Comissão

O vereador Patric Cavalcanti, DEM, quer reativar a Comissão Especial para tratar da duplicação e reestruturação da BR 285, no trecho do perímetro urbano. A proposta, protocolada ontem, passa agora por comissões e depois segue ao plenário. A Comissão vai reforçar a atuação da Frente Parlamentar da AL, conduzida pelo deputado Gilberto Capoani, MDB. A tarefa é unir forças para viabilizar recursos no orçamento de 2019 para a realização do projeto de duplicação da rodovia.

Força política

“O processo agora é político”, disse Patric, ao justificar a reativação da comissão. No próximo dia 23, o vereador e o deputado estarão em Brasília para uma audiência com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha. Eles buscarão a interferência do gaúcho para que o Dnit consiga colocar como prioridade no orçamento do próximo ano, recursos para a elaboração do projeto da duplicação da BR 285, no valor de R$ 1,7 milhão. Se isso for viabilizado, o Dnit terá um ano para apresentar o projeto e depois disso, começa uma nova luta para conseguir os recursos para a obra.

Aeroporto

A Secretaria dos Transportes encaminha para a Procuradoria Geral do Estado, até o dia 10 de maio, o edital para a obra do Aeroporto Lauro Kortz. Com parecer jurídico, ele segue para a Cage e poderá ser publicado até o fim do mês. A expectativa é do deputado Capoani, que está acompanhando o processo bem de perto.  

 

 

Gostou? Compartilhe