Fatos 09.07.2019

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Desafio em dobro

Pela segunda vez desde que chegou a Passo Fundo, em 2007, o juiz Dalmir Franklin de Oliveira Junior assume a direção do Fórum. Mandato de um ano, prorrogável por mais um. Nestes quase dez anos que separam um mandato do outro, muitas coisas mudaram. Ele mesmo passou da Vara da Infância e Juventude, a qual esteve à frente por 11 anos, para a Vara da Família e Sucessões. Na primeira gestão, o prédio novo do Fórum estava em obras. Hoje, o prédio mais antigo, o da General Neto está em vias de passar por uma necessária reforma e o novo prédio, que não é tão novo assim, apresenta problemas na obra. Para o prédio antigo, o orçamento já esta aprovado e o projeto pronto, devendo a obra iniciar neste ano. Mas, os desafios são outros e grandiosos: o número de processos só cresce e está além da capacidade atual da Comarca. São mais de 80 mil. Em agosto, começa a implantação do sistema eletrônico para Varas Cíveis e de Família, que será ótimo para a agilização dos processos. Mas, faltam servidores e juízes. O sistema será aplicado somente para novos processos e os servidores passarão por um treinamento à distância.

Musicalidade

Além de Diretor do Foro, Dalmir mantém a titularidade da Vara de Família e Sucessões e é integrante do Instituto Libertarte (OSCIP - organização da sociedade civil de interesse público) que trabalha com a arte como forma de mudança da vida de crianças, adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, em especial egressos da institucionalização como o Case e casas de acolhimento. O Instituto tem uma banda formada com egressos do Case de Passo Fundo, músicos profissionais, no qual o juiz Dalmir se integra, e que dá continuidade à ideia do Projeto Banda Liberdade. Em breve, será lançada a primeira música autoral, composta por dois egressos do Case, com a participação especial de Marcelo Lobato, ex-integrante do Rappa. A música está sendo masterizada no Rio de Janeiro.

Campanha
O diretor do Foro, também informa que, até o final do ano, estará lançando uma campanha de estímulo aos pais e cuidadores para brincarem com as crianças, dentro da ideia de que brincar não é só um direito.

NAbordagens

O serviço social da Prefeitura de Passo Fundo intensificou as abordagens nas ruas da cidade nestas noites frias de inverno. Uma média de 20 por noite. Infelizmente, nem todos querem sair das ruas e as razões são variadas. O serviço tem respeitado a decisão de cada um, oferecendo agasalhos e alimentos.

Reforma do Parlamento

“A reforma da previdência é uma vitória do parlamento, não do governo”.  Frase do presidente da Câmara Rodrigo Maia, ecoou em Brasília. De fato, não fosse a articulação do Legislativo e, pessoalmente de Rodrigo Maia para definir desde a presidência da comissão especial, relator e articular com os líderes a votação, dificilmente o projeto teria andado no primeiro semestre.

Reassumindo o mandato

Talvez tenha sido por essa razão, que o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, reassume hoje temporariamente o mandato de deputado federal. “Faz questão" de dar o seu voto a favor da reforma da Previdência no plenário da Câmara. O suplente de Onyx é o deputado Marcelo Brum (PSL). Além de ser do partido do presidente Jair Bolsonaro, Brum deixa claro nas redes sociais que é a favor da proposta. Outros dois ministros, Tereza Cristina (Agricultura) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), estarão na Câmara como deputados a partir de terça-feira para votar pela reforma. A expectativa é que eles retornem aos respectivos cargos na quinta-feira.

Gostou? Compartilhe