Fatos 10 e 11.08.2019

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Reforma da Previdência e os municípios

“A nova previdência será determinante para a retomada do desenvolvimento econômico e social. Se nós não enfrentarmos isso, nossos filhos e nossos netos pagarão uma conta muito alta”. A afirmação foi feita pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi, durante a XXII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e compõe abertura de vídeo produzido pela entidade e divulgado na terça-feira, 6 de agosto, para reforçar a necessidade de o Congresso reincluir Estados e Municípios no texto que trata da Reforma da Previdência. Pois este tema voltará com toda a força no Senado através de uma PEC Paralela. Para não atrapalhar e atrasar a tramitação do texto base da reforma da previdência, os senadores deve reincluir estados e municípios na reforma, através de proposta que vai andar conjuntamente. A retirada dos municípios do texto base impacta diretamente 2.108 Municípios que possuem Regimes Próprios de Previdência Social (RPPS), como é o caso de Passo Fundo, que possui o Ipasso. Caso sejam reincluídos na matéria, esses Entes poderão ter uma economia de R$ 40 bilhões em quatro anos e R$ 171 bilhões em dez anos. Além disso, a CNM destaca que cerca de 40% dos Municípios têm RPPS. Esses, por sua vez, abrangem 70% dos servidores municipais. Aprovando a inclusão dos municípios, institutos como o Ipasso terão que se readequar às novas regras.

Gerenciamento

Segundo consta do site do Instituto, o Ipasso gerencia o pagamento atualmente 800 aposentadorias e 120 pensões. Atualmente possui um fundo financeiro superior a R$ 300 milhões de recursos previdenciários. Criado em 2001, ainda está no processo de transição: há servidores aposentados que são pagos pelo municípios; servidores que recebem parte do município e parte do Ipasso e servidores, como o número acima indica, que recebem seus benefícios pelo Instituto.

Impacto no orçamento

O aumento da produção de Biodiesel pela unidade da BSBIOs de Passo Fundo representará um incremento na ordem de R$ 70 milhões na receita do ICMS do município. Isso se dará por duas razões: primeiro porque a empresa está investindo na ampliação da estrutura para produzir mais; segundo porque o governo, mesmo com atraso de cinco meses, liberou a adição de mais 1% de biodiesel no diesel a partir de setembro, passando de B10 para B11. A notícia também favorece toda a cadeia produtiva, a começar pela lavoura. Mais produção para vender mais. E tão ou mais importante que os aspectos econômicos vinculados a essa medida, estão os sustentáveis. Combustível renovável reduz em 70% a emissão de gases do efeito estufa.

Transporte

Serão abertos nesta segunda-feira os envelopes com as propostas das empresas interessadas no transporte urbano de Passo Fundo. O prazo encerra no dia 12. Na sexta-feira, o Sindiurb ingressou com ação já Justiça para tentar barrar o edital. O Sindicato questiona o Executivo sobre a não participação da Codepas no processo licitatório.

Obra

Impressionante a obra de ampliação do Hospital Municipal César Santos. Para quem não costuma passar por aquela região da cidade com muita freqüência, como no caso da colunista, se admirada com o porte da obra em andamento. Com certeza, o Hospital ganhará outro status, quando tudo estiver pronto.

(((foto coluna zul)))

História

“Negacionismos e revisionismos: o conhecimento histórico sob ameaça” será abordado por especialistas em evento na UPF, que acontece de 21 a 23 de agosto, no Centro de Educação em Tecnologia (CET), Campus I. As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de agosto no site www.upf.br/agenda.

Reformas

O presidente Jair Bolsonaro, em instante de lucidez, tem razão ao afirmar que a prioridade, depois da reforma da previdência, é a reforma tributária, deixando um pouco de lado o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro. Sim, é preciso urgentemente retomar a geração de empregos e distribuição de renda. Sem olhar para os 13 milhões de desempregados e propiciar que o mercado reaja, não tem pacote anticrime que resolvam nossos problemas.

Juízes visitam Lula

O juiz de Passo Fundo Luis Christiano Aires integra a Associação Juízes para a Democracia e esta semana fez parte de um grupo que esteve em Curitiba para visitar o ex-presidente Lula.

 

Gostou? Compartilhe