Fatos 22.02.2019

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Economia

A Famurs anunciou redução da mensalidade para os municípios. Ação possível graças às medidas de economia e reestruturação. O valor vai representar R$ 1 milhão a mais nos cofres dos municípios, o que pode viabilizar a oferta de 10 mil consultas especializadas. A contribuição da Famurs é calculada com base no índice de retorno do ICMS dos municípios. São 10 faixas de contribuição que variam entre R$ 910 e R$ 9.106. A maioria dos municípios está dentro das menores faixas. O valor é corrigido anualmente para compensar a inflação do período. Em 2019, a mensalidade foi ajustada em 3,75%, utilizando o IPCA como índice. Economizar em todas as pontas já se tornou parte da rotina dos prefeitos gaúchos, que precisam fazer malabarismo para fechar as contas e entregar serviços à comunidade.

Não vai ter jeito

A negociação com o Congresso para votar a reforma da previdência do jeito que o governo quer é inevitável. Por isso, ontem, o governo já sinalizou liberação de recursos para agradar a base. Alguém pensou que pudesse ser diferente?

Espaços vendidos

Mais de 80% dos espaços disponibilizados para a Construmóveis deste ano foram vendidos na quarta-feira. O Sinduscon abriu a venda para associados e antigos expositores e, num único dia, a comercialização superou as expectativas. O que restou será vendido para novos expositores.  A Construmóveis retoma este ano, depois de um hiato de três anos. Muitas novidades estão programadas, como os espaços para debates e reflexões do setor, além de novos lançamentos.

Polêmica

A Havan utiliza da mesma estratégia de Passo Fundo para negociar instalação em Santa Cruz do Sul. Aproveita a publicidade espontânea da discussão com o Sindicato dos Comerciários para vender o seu peixe.

Denúncia

São graves as denuncias feitas em rede social contra a Câmara de Vereadores, sobre divisão de salários com assessores. Fez bem o vereador Patric Cavalcanti, DEM, pedir apuração interna. Responsável pelas denuncias tem obrigação de encaminhar o assunto ao Ministério Público, indicando provas e dando nome dos envolvidos, sob pena de ser responsabilizado por calúnia e difamação.  

Gostou? Compartilhe