Fatos 22.12.2018

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

UPF e as readequações

A Universidade de Passo Fundo entra 2019 dando ênfase ao seu plano de reestruturação acadêmico-financeiro, iniciado no último semestre deste ano, a partir da nova gestão da Reitoria, que tem a frente a professora Bernadete Maria Dalmolin.  Uma das medidas é colocar em execução um novo modelo de orçamento, já prevendo uma redução de R$ 40 milhões no próximo exercício. O Plano de Desligamento Incentivado teve adesão de 83 colaboradores, sendo 43 professores e 40 funcionários. A Instituição terá um novo ciclo do PDI, a partir de janeiro, reduzindo o tempo de serviço para 10 anos. As medidas, e são várias, buscam adequar a dimensão estrutural e de pessoal à nova realidade da Instituição; Mitigar significativamente a dívida e consolidar a sustentabilidade econômica e financeira institucional; Qualificar os processos de ensino, de produção do conhecimento e de engajamento comunitário ao nível de excelência acadêmica. O relatório detalhado de todas as medidas adotadas até agora e das que serão daqui para frente foi apresentado na última reunião do Consun – Conselho Universitário.  A UPF trilha o mesmo caminho de outras grandes instituições do país, readequando-se a nova realidade, sem perder a característica genuína do seu papel comunitário.

MP se manifesta

O Ministério Público manifestou-se sobre as circunstâncias em que uma postagem no site do órgão foi publicada esta semana, indicando prioridade no conteúdo para o Jornal Zero Hora. Segundo a nota, houve ataque ao sistema que já estão sendo devidamente apuradas pela Divisão de Tecnologia da Informação e Comunicação da Instituição e acompanhadas pelo setor de investigações, cujas conclusões permitirão a avaliação sobre a responsabilidade, inclusive no âmbito criminal, dos atos praticados pelos envolvidos.

Reduz violência

O levantamento da Secretaria da Educação, através do Programa Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave), demonstra que na comparação do último semestre de 2017 e do segundo de 2018, o número de casos totais de violência nas instituições de ensino diminuiu de 20.698 para 13.276, o que representa uma redução de 35,9%. Além disso, os casos de bullying também diminuíram. No mesmo período, as ocorrências passaram de 2.452 para 1.192, o que significa uma diminuição de 55,5%. A pesquisa foi feita com 1.003 escolas nos três últimos semestres e está disponível no site da Cipave.

2022

A colunista se passou nos anos eleitorais, no tópico sobre o futuro do prefeito Luciano Azevedo. Os vôos maiores a que o prefeito Luciano pode alçar, inclusive participando de majoritária, é para 2022 e não 2020 como o publicado. Um atendo leitor puxou a orelha e está aí a correção.

Campanha

No Twitter Ana Amélia Lemos, PP, disse que o último discurso na tribuna do Senado não foi uma despedida! “Foi um até breve. Quatro anos passam muito rápido! Estou preparando a campanha de 2022”. Ana Amélia assumirá a Secretaria de Relações Federativas e Internacionais no governo de Eduardo Leite.

Leitura no Natal

Eu desejo um Natal iluminado para todos. Cheio de paz, amor, fraternidade. Mas também desejo que, quem estiver de folga nestes dias, aproveite para ler um livro (um bom livro), assistir a um bom filme e escutar música de qualidade para arejar a cabeça.  Conhecimento, conhecimento, conhecimento e abaixo a ignorância.  2018 imbatível neste quesito.

 

 

 

 

 

Gostou? Compartilhe