Fatos 30.01.2019

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Recorde
Vereador Valdecir de Moraes, PSB, foi responsável por 50% do volume de pedidos de providências protocolados em 2018. Ao todo, os vereadores registraram 2.841 solicitações. Somente Valdo protocolou 1.330. Os pedidos de providência são solicitações encaminhadas ao Executivo para que atenda a determinada demanda da comunidade. Vão desde tapar buracos, até melhorias no trânsito. Para o vereador, o número é resultado do contato feito nas ruas. “Estamos muito próximos das pessoas e realizamos ações em todos os bairros. Tentamos intermediar a resolução dos problemas que interferem na sua rotina e que, muitas vezes, ainda não receberam atenção”, disse através de sua assessoria.

 

Bolão
A jornalista Endil Mello está deixando a assessoria de comunicação do Hospital São Vicente de Paulo, depois de 15 anos atuando na função. E é por um excelente motivo. Vai acompanhar o filho João Guilherme, 10 anos, que está jogando um bolão no Sub 11 do Internacional. O lateral direito, que já passou pelo Vila Nova, ta jogando um bolão.

 

Filiado
O radialista Lucas Cidade está filiado ao PSDB, com aval do governador Eduardo Leite, do deputado federal Lucas Redecker e do deputado estadual Mateus Wesp, de quem será o chefe de gabinete na Assembleia. Lucas tem pretensões políticas e chega como pré-candidato a prefeito em 2020. Situação que causa desconforto na base de sustentação do prefeito Luciano Azevedo. O prefeito que já manifestou estranheza pelo fato de o PSDB estar na base e lançar pré-candidato, entende que, por coerência, o deve imediatamente entregar todos os cargos que ocupa na administração.

 

Bebidas

Os clubes gaúchos fazem pressão para que os deputados não acatem o veto do governador ao projeto que permite a venda de bebidas nos estádios de futebol. Gaúcho e Passo Fundo defendem a liberação. O deputado Mateus Wesp votará com o governador, mantendo o veto. “Embora reconheço e apoie a legitimidade dos clubes para terem renda extra com a venda de bebidas, se não temos efetivo para a segurança sem a necessidade de policiar estádios, se tivermos que deslocar mais efetivos para os jogos em razão do consumo de bebidas alcoólicas, iremos fragilizar ainda mais a segurança da população. Por isso, preocupado com a segurança da população, voto a favor do veto”, disse.

 

Fica
“Não há hipótese de sair do PDT”, afirma o vereador Márcio Patussi, que é pré-candidato a prefeito em 2020.

 

Sinal vermelho!
Na dúvida, não compartilhe bobagens em redes sociais. Por mais inofensivo que pareça, sempre tem alguém com más intenções por traz de fakes. Ainda mais aquelas que se aproveitam de tragédias.

 

Gostou? Compartilhe