OPINIÃO

Fatos 31.05.2019

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

APAC avança

A implantação da APAC em Passo Fundo está andando mais rápido do que a expectativa inicial e do que outras APACs que estão sendo discutidas. Segundo Luiz Fernando Bica, um dos evolvidos no projeto, existem vários passos a serem seguidos e muitos deles já foram. Foram realizadas duas audiências públicas e a APAC Passo Fundo foi fundada em assembleia geral, no dia 18 de dezembro. O grupo visitou a APAC em pleno funcionamento de Barracão, PR, e realiza reuniões periódicas de diretoria e reuniões de conscientização com grupos da comunidade. Também foi feito um contato positivo com a FECA (Fundação da Criança e do Adolescente) para construção de um Centro de Recuperação Social (CRS) aproveitando a área onde funcionava a Escola Aberta, em regime de comodato, pelo prazo de 25 anos. Hoje, o advogado Vinícius Toaza é o presidente da APAC Passo Fundo. A Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) é uma entidade civil de direito privado, com personalidade jurídica própria, dedicada à recuperação e à reintegração social dos condenados a penas privativas de liberdade. Em síntese, é um local físico cuidado pelos próprios presos, desde que obedecidos determinados critérios e regras. O índice de recuperação nestes ambientes é extremamente positivo e elevado.

 

Eleição na UFFS

O diretor do campus da UFFS de Erechim, Anderson André Genro Alves Ribeiro venceu o segundo turno das eleições para a reitoria da Universidade. Ele fez 54,1%, tendo como vice-reitora a professora Lísia Regina Ferreira. Anderson liderava a chapa 2. O outro candidato, da chapa 3, Antônio Inácio Andrioli, fez 45,9%. A Comissão Geral da Consulta Prévia informou que o resultado ainda é provisório. Neste segundo turno, os votantes escolheram entre duas chapas para a reitoria dos campi Laranjeiras do Sul e Chapecó e entre duas candidaturas para as direções de campus. Participaram do processo, cerca de 3,9 mil pessoas da comunidade acadêmica e 712 votos da comunidade regional, entre entidades e votantes individuais.

 

Modelo

Deputado Gilberto Capoani, MDB, reforça que o único entrave para aprovação da venda das estatais pela Assembleia está em o governo dizer onde aplicará os R$ 3 bi que deve arrecadar. O valor não está definitivamente calculado porque depende do modelo que será montado para a venda e do mercado. Se o governo estima 500 dias para definir este modelo, certamente as vendas só ocorrerão a partir de 2020.

 

Cobertores

Foco da campanha do agasalho de Passo Fundo será a doação de cobertores. A campanha começou ontem e segue até o dia 31 de julho. Tempo suficiente para dar uma olhada no armário e perceber que tem aquela coberta que você já não usa mais, mas que está em boas condições para outra pessoa usar. Então doe, porque isso também significa, como acredito, a movimentação de energias. Fazer o bem aquece o coração, ainda mais nos dias frios que estão por chegar. As doações podem ser feitas nos quatro Centros de Referência em Assistência Social (CRAS), na Secretaria Municipal de Cidadania e Assistência Social (Semcas), na Prefeitura de Passo Fundo e na Câmara de Vereadores.

 

Manifestações I

As 26 capitais brasileiras e o Distrito Federal têm manifestações marcadas para esta quinta-feira, 30 de maio, contra o contingenciamento de 30% do orçamento dos gastos discricionários para a educação proposto pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. É o segundo ato dos estudantes contra a proposta do governo de Jair Bolsonaro, reiterando as pautas apresentadas no último dia 15 de maio e uma resposta às manifestações a favor das reformas realizadas no domingo, 26.Os atos foram menores do que o primeiro.

 

O guarda-chuva

O ministro da Educação postou vídeo no Twitter usando um guarda-chuva para contestar o que chamou de chuva de fake news a informação sobre o contingenciamento de verbas no Museu Nacional, do Rio de Janeiro.

Gostou? Compartilhe