Fontes em Off

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Exposição fotográfica I
A próxima atividade a acontecer na Sala de Exposições Desdêmona Aires é a exposição fotográfica “Meu tempo, Meu Canto”, de Stéfanie Telles. A abertura está marcada para o dia 18 de julho, às 19h30, quando haverá também show do Quarteto Coração de Potro. A exposição, aliás, faz alusão ao disco homônimo do grupo e apresenta uma leitura fotográfica do mais recente trabalho do Quarteto, que foi realizado no cenário histórico de Coxilha Rica, na Serra catarinense.

Exposição fotográfica II
Com o trabalho desenvolvido nos campos de Coxilha Rica Stéfanie viu uma oportunidade de apresentar ao público uma nova perspectiva do disco e também prestar uma homenagem aos quatro músicos que hoje são seus grandes amigos: “quero mostrar um pouco de onde eles vêm, os cenários que servem de inspiração para suas produções musicais, a essência desse trabalho que acompanho e admiro”, explica a fotógrafa.

 

Donativos I
Os donativos entregues pelos participantes da primeira etapa do Circuito Municipal de Corrida de Rua já começara a ser distribuídos. Na última semana a Secretaria Municipal dos Esportes fez a entrega para quatro entidades da cidade. Nos próximos dias mais entidades serão beneficiadas.As doações são arrecadadas como forma de contrapartida social por parte dos atletas, uma vez que a inscrição para a corrida é gratuita. Esta prática se repete em todas as etapas do Circuito Municipal. Da última vez foram solicitados dois quilos de arroz e um quilo de feijão de cada um dos cerca de 800 inscritos. 

Donativos II
Além de incentivar o esporte, as corridas de rua se engajaram neste cunho social. Com isso, nas etapas realizadas no ano passado foram arrecadadas fraldas descartáveis infantis e geriátricas – na primeira etapa, realizada no dia 28 de maio – e ração para gatos e cachorros – doados na segunda e terceira etapas, nos dias 2 de julho e 1º de outubro. Além disso, também houve contrapartida social da Meia Maratona e Rústica comemorativas ao aniversário do município, quando os atletas doaram achocolatado e leite em pó. Tudo o que foi arrecadado foi doado para entidades. Na última etapa do ano passado, a contrapartida foi um brinquedo novo.

 

 

Coordenadoria da Juventude
A Coordenadoria da Juventude promove, de 23 de junho a 1º de julho, diversas ações com o intuito de celebrar este movimento cultural. Este ano foram realizadas oficinas, palestras, atividades sociais, esportivas e culturais, tendo como objetivo oportunizar aos jovens o acesso aos  elementos dessa cultura. “É importante destacar a função social que o hip hop exerce, pois proporciona a condição de pensar para vários outros segmentos e a partir disso dar condições de lutar em favor das periferias, utilizando como ferramenta para levar novas perspectivas de vida àqueles que vivem à margem da sociedade, incentivando a liberdade expressão e a realidade social em forma de rap”, destaca Michel Oliveira, coordenador da Juventude. De acordo com ele, o rap é a cara das periferias e a construção de identidades culturais a partir do surgimento de novas expressões artísticas revelam a cultura e retratam a cidade, partindo de culturas ou manifestações que contestam e propõem mudanças na sociedade.

 

Refis

Termina no próximo dia 9 de julho o prazo para as micro e pequenas empresas com débitos fiscais até novembro do ano passado aderirem ao programa de refinanciamento (Refis). Conforme as regras do Comitê Gestor do Simples Nacional, o devedor terá um prazo de até 15 anos (180 meses) para a liquidação dos valores cobrados. A parcela mínima será de R$ 50, para o Microempreendedor Individual (MEI), e R$ 300, para os demais negócios de pequeno porte inscritos no regime simplificado. Até o momento, 133.207 empresas de micro e pequeno porte haviam solicitado adesão junto à Receita Federal. Outros 15.149 Microempreendedores Individuais também procuraram quitar seus débitos fiscais, totalizando 148.356 pequenos e micros empresários. 

 

Vestibular Complementar I
No ano em que celebra seus 50 anos, a Universidade de Passo Fundo (UPF) oferece uma nova oportunidade de acesso ao ensino superior na maior Instituição do norte gaúcho por meio do Vestibular Complementar de Inverno 2018. O processo seletivo contempla ingresso, no segundo semestre de 2018, em cursos de graduação na modalidade presencial. A inscrição deve ser feita via internet, pelo site vestibular.upf.br, até o dia 29 de julho. A seleção dos candidatos se dará por meio de prova única de redação, a ser realizada Campus I, no dia 30 de julho, às 19h.

Vestibular Complementar II
Ainda há possibilidade de utilização da nota obtida na redação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) dos últimos oito anos (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017), devendo informar, no ato da inscrição, o ano em que realizou o exame e o número de inscrição no Enem. No ato da inscrição, o candidato deverá indicar sua opção quanto à forma de seleção: redação ou aproveitamento da nota da redação no Enem. A taxa de inscrição é de R$ 35,00, com exceção dos cursos de licenciatura, para os quais há gratuidade na inscrição. O Manual do Candidato, juntamente com mais orientações sobre o Processo Seletivo Complementar de Inverno 2018, estão disponíveis no site do Vestibular.

Gostou? Compartilhe