Fórum de Mobilidade Humana promove Vakinha on-line para ajudar migrantes

A ajuda pretende arrecadar dinheiro para montar cestas básicas com alimentos, material de higiene e limpeza

Escrito por
,
em
Foto: Reprodução

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A pandemia do novo coronavírus tem efeitos em vários setores e atinge os mais diversos públicos, tanto na saúde, quanto na economia. Um dos aspectos que têm feito a diferença no combate às consequências, é a solidariedade. Com este foco, o Fórum de Mobilidade Humana de Passo Fundo promove uma Vakinha online para ajudar todos os migrantes e estrangeiros que estão em Passo Fundo. A ajuda pretende arrecadar dinheiro para montar cestas básicas com alimentos, material de higiene e limpeza. É possível ajudar acessando o link.

De acordo com a professora da Universidade de Passo Fundo (UPF), Patrícia Grazziotin Noschang, que atualmente coordena o Fórum, a ideia é, num primeiro momento, fazer a coleta digital. Contudo, o grupo também está recebendo doações pessoalmente, inclusive de roupas e fraldas. Para isso, é necessário fazer o contato pelo WhatsApp (54) 99669-6122.

Em atividades desde 2014, o Fórum vem, ao longo destes anos, desenvolvendo várias ações visando dar voz aos migrantes, contribuir com a efetivação e a garantia de direitos e combater práticas xenofóbicas, discriminatórias. Para Patrícia, o momento é de solidariedade. “O objetivo é adquirir 100 cestas básicas, mais kits de higiene e limpeza, que serão entregues aos migrantes que solicitarem ao Fórum. Faremos também um controle, juntos aos cadastrados, para que haja uma manutenção destas cestas, visando que não haja falta de materiais e alimentos”, destacou.

O Fórum conta com a participação efetiva, além de UPF, da Comissão de Direitos Humanos de Passo Fundo (CDHPF, Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSUL), Pastoral das Migrações da Arquidiocese de Passo Fundo, Associação dos Senegaleses de Passo Fundo e outras nacionalidades e Coordenadoria da Igualdade Racial da Prefeitura Municipal de Passo Fundo. Ainda integram a equipe profissionais e estudantes de cursos de graduação, pós-graduação e projetos de extensão UPF que têm afinidade com o tema.

Gostou? Compartilhe