Homologados nomes dos delegados

Os delegados terão essencial participação, pois serão eles que irão votar nos artigos do projeto de lei

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Na manhã desta quarta-feira, 20 de junho, na reunião mensal do Núcleo Gestor da Revisão do Plano Diretor foram apresentados os nomes dos 81 delegados eleitos nas reuniões avaliativas setoriais – realizadas nos meses de fevereiro a abril nos bairros da cidade e comunidades do interior – e que apresentaram a documentação necessária para participar do processo. Antes dos nomes serem levados para o Núcleo Gestor a Procuradoria Geral do Município (PGM) e a equipe técnica avaliaram a veracidade e autenticidade da documentação apresentada. Com isso, foram homologados todos os nomes apresentados, que podem ser conhecidos através do site da Prefeitura (www.pmpf.rs.gov.br). Os delegados terão essencial participação, pois serão eles que irão votar nos artigos do projeto de lei  que será encaminhado para apreciação da Câmara, o que deve acontecer no próximo ano. Por isso é importante que os delegados acompanhem todo processo de revisão e participem ativamente de todas as etapas.

 

Próximos passos
A Revisão do Plano Diretor está prestes a finalizada a etapa 2. Isso vai acontecer quando for apresentado o diagnóstico da cidade, onde estarão compiladas todas as informações e dados levantados ao longo das reuniões avaliativas setoriais e também no período de recebimento de sugestões. A previsão é que até o final do mês de julho esta parte esteja finalizada e seja apresentada em uma audiência pública.

 

Depois disso serão realizadas as oficinas temáticas, em número de 10, que compõem a etapa 3, divididas pelos seguintes temas: transporte motorizado, transporte ativo, equipamentos sociais, espaços e equipamentos de lazer, desenvolvimento econômico e inovação, meio ambiente, habitação, paisagem urbana e patrimônio cultural, uso e ocupação do solo e gestão, participação e controle social. Na terceira etapa serão ainda realizados o Seminário da Cidade e uma audiência pública de apresentação dos resultados. Todos estes processos são coordenados pela Secretaria do Planejamento da Prefeitura de Passo Fundo e contam com o apoio de diversos segmentos, representados por entidades, sindicatos e organizações não governamentais.

Gostou? Compartilhe