Limpeza periódica garante retirada de 3,5 t de lixo

Em duas coletas no mês de junho foram retirados cerca de 90Kg de resíduos

Escrito por
,
em
Barreiras de contenção auxiliam no trabalho da equipe

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Duas vezes por ano o rio Passo Fundo e arroio Santo Antônio passam por um processo de limpeza de suas águas e margens. Com 60% do trabalho da primeira limpeza concluído no início deste mês, já haviam sido retiradas mais 3,5 toneladas de lixo, resíduos estes que ficam presos na vegetação existente encosta ou nas águas do rio. Esta limpeza é feita dentro dos limites dos bairros São Luiz Gonzaga, Petrópolis, Entre Rios, Vila dos Ferroviários, Loteamento Nova Estação e Centro. A previsão é de término da primeira limpeza deste ano no final do mês de julho.

 

Além da limpeza das margens, ao longo do rio existem três barreiras de contenção, onde boa parte do que é depositado no rio acaba ficando parado nessas barreiras e pode ser retirada sem que siga com o fluxo da água. O lixo acumulado nessas barreiras é retirado quinzenalmente pela empresa prestadora desse serviço. Entre as duas coletas do mês de junho foram retirados mais cerca de 90 quilos de resíduos.

 

Existem ainda oito contêineres instalados próximo às comunidades ribeirinhas, de onde foram coletadas 14 toneladas de lixo e encaminhadas para a Central de Triagem e Transbordo. Esse montante se refere às coletas realizadas nos contêineres durante o mês de junho e representam resíduos que deixaram de ser descartados diretamente no rio.

Gostou? Compartilhe