Novo centro de controle operacional da Corsan modernizará o monitoramento

Projeto está na fase final e deverá entrar em funcionamento na segunda metade de 2018, conforme o superintendente regional da Companhia, Aldomir Santi

Escrito por
,
em
Prédio do novo CCO em Passo Fundo está pronto, início das operações depende de instalação da estrutura eletrônica

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

O Centro de Controle Operacional (CCO) da Corsan deve entrar em funcionamento na segunda metade deste ano em Passo Fundo. O projeto de modernização vai permitir o monitoramento de água de toda a cidade e impedir a falta de abastecimento por determinados problemas técnicos. O prédio do CCO está pronto, mas a estrutura eletrônica ainda não foi instalada. Os painéis devem chegar nos próximos meses, conforme o superintendente regional da companhia Aldomir Santi. O investimento é de R$ 1,9 milhão.

Com o sistema de telemetria, Santi explica que será possível acompanhar os níveis de reservatórios, barragem, ponto de monitoramento de pressão, entre outros artifícios. “Os técnicos vão poder fazer ações preventivas, por exemplo, quando perceberem que parou o motor ou faltou energia elétrica e já será possível solucionar o problema. Hoje quando acontece alguma falha operacional, a gente só fica sabendo quando falta água e alguém nos liga”, explica. 

Em todo o Estado, a Corsan está investindo cerca de R$ 20 milhões na instalação e no aprimoramento de sistemas de telemetria em vários municípios gaúchos. Executado com recursos do BNDES e próprios da Companhia, o investimento beneficia 43 sistemas de abastecimento de todas as regiões do Estado. A ação integra o processo contínuo de modernização que a Companhia tem buscado implantar em seus sistemas, com alternativas inovadoras que garantem mais eficiência e qualidade aos serviços prestados à população. As tecnologias de telemetria e automação possibilitam o controle e o monitoramento a distância dos sistemas de água e esgoto. De modo instantâneo, permitem controlar os níveis de reservatórios e a pressão em diversos pontos da rede, bem como ligar e desligar bombeamentos.

O projeto otimiza as rotinas operacionais da Corsan, gerando diversos benefícios, como a diminuição de custos, a redução de rompimentos de rede e de perdas de água, o aumento da confiabilidade dos sistemas e maior agilidade nas manutenções, além de melhoria do atendimento aos clientes e da imagem institucional da empresa. Com a implementação da telemetria e da automação, já foram obtidos resultados significativos em vários sistemas de água e esgoto atendidos pela Corsan.

CCO Corporativo

Em agosto do ano passado, a Corsan deu a ordem de início para as obras do Centro de Controle Operacional (CCO) Corporativo, com investimento de R$ 2 milhões. O CCO Corporativo ficará centralizado na sede da Companhia e agilizará os processos, permitindo aos técnicos atuar de forma remota no abastecimento de água. O sistema contará com tecnologia aplicada para monitorar, 24 horas por dia, um total de 107 municípios atendidos. Também permite padronizar operações, formar banco de dados, aumentar a capacidade analítica da operação e promover a integração com outros sistemas da Corsan.

Entre os benefícios, destacam-se a possibilidade de detectar vazamentos, reduzir pressões na rede, controlar níveis de reservatórios, acionar bombas e válvulas, economizar energia elétrica e reduzir perdas de água. Com a automação, também se tornam mais fáceis e rápidas a identificação de ligações clandestinas e a comunicação às comunidades de eventuais faltas de água. Com todo o sistema interligado, a Companhia ganha agilidade e qualifica o atendimento à população.

Gostou? Compartilhe