Para apreciar e discutir a sétima arte

Encontro quinzenal do Cinematógrafo Cineclube de Passo Fundo debate, nesta quarta-feira (18), o filme ?EURoeMeu Lugar para Anne?EUR?

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

De volta às atividades neste semestre, o Cinematógrafo Cineclube de Passo Fundo promove mais um encontro quinzenal para falar sobre cinema. Nesta quarta-feira (18), às 19h30min, é a vez de exibir o filme “Meu Lugar para Anne”, do médico e escritor Jorge Alberto Salton. A sessão, que acontece no Sindicato dos Comerciários (Rua Morom, 1731), conta ainda com a presença do diretor do longa-metragem, para um bate-papo com os participantes. A entrada custa R$ 5.

 

“Meu Lugar para Anne” é o quinto filme produzido por Salton, com roteiro e direção também assinados por ele. Filmado basicamente com uma única câmera, o filme conta com a participação de diversos atores passo-fundenses e as locações são também, quase em toda sua totalidade, no município. Embora o filme mostre uma realidade local, a obra trata de um tema universal: os dramas e os dilemas das pessoas com familiares doentes que, nas imediações dos hospitais, aguardam o horário de visitas. A obra também destaca as repercussões desses dramas na vida dos profissionais de saúde. Entre os personagens da narrativa está uma mãe com o filho adolescente no CTI, um médico que vive dilemas pessoais e profissionais e um agrônomo que precisa escolher entre solucionar um problema individual ou um sofrimento coletivo.

 

Integrando o projeto Cine Sesc Brasil, o filme tem sido exibido em universidades de todo o país, especialmente em cursos e congressos da área da saúde. A duração é de 80 minutos, com classificação livre.


Sobre o projeto
O Cinematógrafo Cineclube foi criado em 2015 com o propósito de trazer a Passo Fundo parte da intensa produção cinematográfica que pouco circula no circuito comercial da cidade e aproximar o público do universo de produção de cinema, por meio de bate-papos com profissionais do audiovisual. As rodas de conversa acontecem logo após as exibições e centram-se na discussão acerca dos processos de realização de um filme.

Gostou? Compartilhe