Ponto de vista

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Até os peixinhos do chafariz da praça central sabem como as greves iniciam. Mas nem eles nem ninguém sabem como elas terminam. Os motivos do movimento nacional dos caminhoneiros, que paralisou o país por mais de dez dias, são por demais conhecidos. O apoio da opinião pública foi determinante e mesmo com a demora de quase uma semana o governo de plantão atendeu as demandas iniciais. Em que pese à representatividade legal dos sindicatos da categoria, o acordo firmado no Palácio do Planalto não levantou o movimento. Tão pouco a convocação da Força Nacional de Segurança e o incremento da presença dos demais órgãos policiais, multas e ameaças.  


II
As reivindicações e sugestões esdruxulas que surgiram de norte-a-sul do país e disseminadas nas redes sociais foi a prova que o movimento perdeu o rumo. Se já não bastasse a falta de medicamentos e insumos hospitalares, do gás de cozinha, combustíveis e produtos nas prateleiras dos supermercados, os petroleiros cruzaram os braços por três dias. Mais da metade dos municípios da Amau decretaram estado de emergência. A euforia dos primeiros dias da greve deu lugar à incerteza e somente na manhã de sexta-feira (01) os caminhoneiros desbloquearam o porto de Santos. Os prejuízos estão longe de serem apurados e a conta, que será paga em longo prazo, já chegou à casa de todos nós.
 
Curtas:
# Tem se tornado corriqueiro as reclamações acerca da falta de segurança pública em Getúlio Vargas e cidades vizinhas.
# O número restrito de policiais e viaturas e o crescente aumento da criminalidade são por demais conhecidos.
# As críticas aos órgãos de segurança são frequentes nas redes sociais e raramente ocorrem comentários favoráveis a ações bem sucedidas.
# Há poucos dias dois Policiais Militares abordaram no centro de Getúlio Vargas uma caminhonete Fiat com placas de Erechim.
# Aproveitando a falta de movimento no horário do almoço quatro ocupantes de uma caminhonete Fiat, com placas de Erechim, prospectavam ações criminosas e fotografavam possíveis alvos.
# Na consulta ao sistema os policiais apuraram a extensa ficha criminal do quarteto por tráfico, roubo e homicídio.
# A parceria público/privada responsável pelo Programa Cidade Segura de Getúlio Vargas caminha a passos largos e firmes.
# Os postes para instalação das câmaras do sistema de videomonitoramento já podem ser vistos em diversos logradouros do centro da cidade.
# A escolha dos pontos seguiu critérios da Brigada Militar e a sala de controle está sendo instalada no quartel.
# Além do monitoramento que passará a ser feito pela Brigada Militar as imagens também serão acompanhadas na Delegacia de Polícia Civil.
 
Dito & Feito:
Foi um sucesso o evento alusivo aos 80 anos da ACCIAS – Associação Comercial, Cultural, Industrial, de Agropecuária e Serviços. Os ex. presidentes da entidade empresarial de Getúlio Vargas foram homenageados em recente jantar servido no Clube Aliança.

Gostou? Compartilhe