Teclando

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

 

O maior palco do mundo
A vida é um palco e o palco sempre rende aplausos. Há algumas semanas publicamos uma crônica com o título “O menor palco do mundo”. A repercussão foi grande e surpreendeu pela resposta dos jovens. Muitos vieram falar sobre a crônica e alguns até me adicionaram nas redes sociais. Sim, isso comprova que os jovens leem jornais. No tête-à-tête com a galerinha, observei que eles valorizam muito o material impresso. Ocorre que em tempos de insanidades e idiotices, o passa e repassa de besteiras e mentiras plantadas não cola mais. A tinta e o papel são determinantes para que a informação tenha credibilidade. Os jovens com um bom discernimento sabem disso e, para não embarcar em fria, buscam fontes confiáveis. Manuseiam tecnologia e buscam credibilidade. O jornal transmite essa confiança. É informação palpável, um registro histórico. Prova disso é que, por ser um material impresso, a crônica foi transformada em quadro. Então, contrariando algumas aves de mau agouro que batem asas por aí, fiquei conhecendo o maior palco do mundo. Sim, o jornal é um imenso palco. Não tem página virada, pois é um respeitável espelho da sociedade.


Voando alto
Sempre é útil desmistificar sobre a aviação. Para isso é necessária uma aproximação das pessoas com o meio aeronáutico. Ver um avião de perto, observar pousos e decolagens pode ser o início de uma paixão. E essa paixão pode resultar em uma carreira profissional. Um grande passo para acabar com os mistérios sobre a aviação foi dado no final de semana pelo Aeroclube de Passo Fundo. Um encontro aeronáutico atraiu milhares de pessoas à área operacional da entidade. O Aeroclube, que é uma escola, proporcionou uma aula de adaptação à aviação. Sei muito bem das dificuldades para conseguir realizar uma festa deste nível. Mas a turma é boa de cabeça, pé e mão. O encontro foi um sucesso e superou expectativas. Que venham os próximos.

De olho nas prateleiras
Veganos e vegetarianos, data vênia. A carne é fraca e o meu fraco é a carne.
Aqui, nesse extremo meridional, o preço da carne é preponderante. Como produtores, já fizemos uma revolução pelo preço do charque. É claro que o mercado internacional dita os preços, mas não tenho informações de como está o valor para os criadores. Conheço bem os preços das prateleiras que considero fora da nossa realidade. Agora surge a informação de que isso vai mudar ainda esta semana. Confiram nas prateleiras dos supermercados. Se a minha fonte não estiver errada, o preço de alguns cortes nobres da carne bovina vai baixar. Tomara. E haja carvão!

Embaixada
Muito além da babosa nos cabelos, parece-me que as baboseiras penetraram nos crânios e invadiram os cérebros. No estilo ‘se colar colou’, não faltam disparates. Um dos destaques do momento é a discussão sobre quem será o embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Após ouvir sobre qualificações e outras justificativas, também gostaria de indicar alguém para o cargo. É um amigo. Amigo não é parente e, portanto, não há nepotismo algum na minha indicação. Indico para embaixador do Brasil nos Estados Unidos o Edu do Boka. Ou vocês conhecem alguém que já tenha fritado mais hambúrgueres do que ele?

---------------------

Trilha sonora
Isaac tem 11 anos, Nora oito. Ao lado do pai Nicolas e com apoio da mãe Catherine fazem sucesso na internet. Isaac e Nora, aqui em um clássico cubano (ainda pode?): Veinte Años
Use o link ou clique
https://bit.ly/2LdiNqX

 

Gostou? Compartilhe