Variedade?

Escrito por
,
em

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Vamos falar de variedade? Há quatro salas de cinema em Passo Fundo. As quatro estão ocupadas com apenas dois filmes. Ao todo, são 14 horários diferentes disponíveis nos dois cinemas. Os 14 horários divididos entre "Vingadores - Guerra Infinita" e "Deadpool 2", a estreia da semana. Eu até gostaria de tecer alguma crítica sobre isso buscando variedade, mas a verdade é que, em um mês como esse, infelizmente, os estúdios evitam estrear seus filmes junto com esses arrasa-quarteirões, e seguir contra a corrente é pedir aos exibidores que percam dinheiro. Uma tristeza para quem busca variedade de opções. 

***

A 20th Century Fox divulgou o primeiro trailer da cinebiografia de Freddie Mercury, um filme que surge com cara de decepção após uma expectativa nas alturas no início da produção. Inicialmente, Sacha Baron Cohen seria o intérprete de Mercury em uma escolha que beirava a perfeição, mas tudo começou a parecer estranho quando Cohen foi desligado da produção por achar que o filme deveria também enfocar a morte do astro e suas causas. O guitarrista e fundador do Queen, Brian May, seria o responsável pela opinião contrária à de Cohen. May estaria optando por resguardar a imagem de Mercury evitando discussões sobre sua bissexualidade e sua morte por Aids. Em dezembro do ano passado, o diretor Bryan Singer, nome de peso na condução do filme, teria sido desligado por desavenças com o ator Rami Malek, que substituiu Cohen. O trailer exibido na semana que passou indica dois temores dos fãs do Queen: o tom condescendente, já que “aparenta” ter suavizado a personalidade de Mercury, e o incômodo causado com a figura de Malek como Mercury: o ótimo ator de Mr. Robot é baixo e magro demais e a maquiagem não conseguiu tirar a atenção causada pelo aspecto mais chamativo do rosto do ator, os seus olhos. O filme, que ganhou o título “Bohemian Rhapsody”, estreia em dezembro e a torcida é para que o trailer seja, afinal, apenas uma impressão.

***

Correção à coluna da última semana: não pertencem à Marvel as primeiras colocações na lista de maiores bilheterias da história. Os três primeiros filmes ainda são "Avatar", "Titanic" e "Star Wars VII - O Despertar da Força". "Os Vingadores" é "apenas" o quarto maior da história, seguido de perto pelos outros filmes citados no texto.

***

O cinema brasileiro perdeu um de seus grandes na semana que passou. Roberto Farias morreu de câncer na última segunda-feira aos 86 anos. Os mais novos - e os nem tão novos - provavelmente não têm a mínima ideia de quem seja Faris, diretor que ficou popular dirigindo as 3 aventuras de Roberto Carlos no cinema - sim, o "rei" estrelou filmes de sucesso nos anos 70 e, acredite, boas aventuras. Foi gestor da Embracine e do Concine no período em que o cinema brasileiro mais teve público, nos anos 70, desafiou a ditadura em 1981 ao lançar "Pra Frente Brasil", mas seu grande momento no cinema foi mesmo à frente de um dos grandes filmes da história do cinema nacional, "O Assalto ao Trem Pagador", de 1962, ano de ouro na história do cinema nacional - quando "O Pagador de Promessas" foi lançado e ganhou a Palma de Ouro em Cannes. O falecido diretor era irmão do ator Reginaldo Faria, que inclusive estrela o filme e também marcou o cinema brasileiro nos anos 70 ao atuar em outras obras memoráveis, como "Lúcio Flávio - Passageiro da Agonia".

***

Aos fãs de Star Wars, a rede Arcoplex anuncia no seu sistema de programação a estreia do filme em Passo Fundo na próxima quinta, dia 24. A má notícia é que será uma versão em 3D e dublada.

Gostou? Compartilhe