OPINIÃO

Antes tarde do que nunca

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

A aprovação da redistribuição dos royalties do petróleo pela Câmara dos Deputados ocorrido na noite de terça-feira (6) foi um alento para os prefeitos eleitos e reeleitos. A má distribuição do bolo tributário tem sido o calvário dos gestores municipais. A Constituição Cidadã delegou aos municípios a responsabilidade de serviços que há duas décadas eram de responsabilidade dos governos dos estados e da união. Os recursos repassados tem sido com raras exceções, insuficientes para as demandas,principalmente na área da saúde.

II

Os estados e municípios onde estão localizadas as áreas de exploração do chamado ouro negro não querem nem ouvir falar de mudanças do atual modelo de partilha dos royalties. Se a presidente da república sancionar o texto estará corrigindo uma distorção histórica. E também atendendo aos apelos da Confederação Nacional Municipalista presidida pelo gaúcho Paulo Ziulkoski. Vem de longa data as mobilizações realizadas pelos prefeitos, e não foram poucas as vezes que o slogan “O Brasil Quer Royalties Para Todos” foi por eles repetido em frente ao Congresso

III

A projeção é de que em 2013 os royalties devem gerar R$ 8 bilhões, dos quais R$ 505,7 milhões serão pela proposta repassados para o RS. Números da CNM dão conta que o governo do Estado ficará com R$ 122,8 milhões e as prefeituras, R$ 382,9 milhões. Os municípios de Charrua, Erebango, Estação, Floriano Peixoto, Ipiranga do Sul e Sertão receberam em 2011 R$ 69.353,00 cada um. No próximo ano a projeção será de R$ 357.317,00. No ano passado os royalties do petróleo reforçou o orçamento do município de Getúlio Vargas com R$ 115.588,00 e no próximo poderá saltar para R$ 711.116,00.

Curtas:

# A construção da Ferrovia Norte-Sul foi confirmada pelo Governo Federal através da Empresa de Planejamento e Logística.

# O traçado vai ligar Panorama (SP), Cascavel (PR), Chapecó (SC), Erechim, Passo Fundo com o Porto de Rio Grande.

# O deputado Altemir Tortelli (PT), que integra a Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa das Ferrovias, declarou que o estudo da Norte-Sul deverá ser concluído até o segundo semestre do próximo ano.

# O Alto Uruguai gaúcho deixou de ser atendido pelos serviços da América Latina Logística a mais de duas décadas sob a alegação que o trecho era deficitário.

# Independentemente dos trilhos serem estendidos ao lado da ferrovia inaugurada há mais de um século ou da BR-153 (Transbrasiliana), os municípios localizados entre Erechim e Passo Fundo terão suas economias dinamizadas.

# Encerrou na terça-feira (6) o prazo para que os candidatos, partidos políticos e comitês financeiros entregassem a Justiça Eleitoral à prestação de contas de campanha.

# Os que não cumpriram a exigência deverão ser notificados pela Justiça Eleitoral no prazo de cinco dias e terão até 72 horas para fazê-lo.

# O não cumprimento do dispositivo legal implicará no imediato julgamento como não prestadas, ficando o candidato com restrição de quitação eleitoral e impedido de obter registro para a próxima eleição.

Dito & Feito:

Quando retornar da viagem que faz a Paris, o governador Tarso Genro (PT) vai encontrar na sua mesa de trabalho o ofício assinado pelo deputado estadual Diógenes Bassegio (PDT). O parlamentar quer no orçamento de 2013 recursos para investimentos nas rodovias da região Norte. Dentre as obras urgentes apontadas pelo deputado, melhoria na ponte sobre o Arroio Miranda e manutenção da sinalização e asfalto na RS-135, que liga Passo Fundo a Erechim. E por falar na rodovia construída na época em que a Secretaria dos Transportes era capitaneada pelo Eng. Firmino Girardello, já está na hora do DAER refazer o estudo acerca do tráfego. Há pelo menos três anos tem sido divulgado que o fluxo diário de veículos no trecho é de cinco mil a cada dia.

 

Gostou? Compartilhe