OPINIÃO

As plantas e o clima

Por
· 2 min de leitura

Notamos que você gosta de ler nossas matérias.

Você já leu várias nas últimas horas, para continuar lendo gratuitamente, crie sua conta.

Ter uma Conta ON te da várias vantagens como:

  • Ler matérias sem limite;
  • Marcar matérias como lida;
  • Conteúdo inteligente.
Criar contaAcessar
Você prefere ouvir essa matéria?

Não seria surpresa para ninguém e nem se poderia falar em algo inédito, que dois professores titulares da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), depois de quatro décadas dedicadas ao ensino, na graduação e na pós-graduação, um certo dia, resolvessem, figurativamente, ditar testamento, escrevendo um livro sobre tópicos das suas especialidades. Foi o que fizeram Homero Bergamaschi e João Ito Bergonci, com a obra AS PLANTAS E O CLIMA – Princípios e Aplicações, que se configura como um legado valioso deixado por esses exímios professores às futuras gerações de estudantes.

A escritura de um livro como AS PLANTAS E O CLIMA – Princípios e Aplicações, ainda que não aparente, exige que se tenha experiência em ensino (didática forjada na pratica em sala de aula), pesquisa (geração de conhecimento inédito) e extensão (transferência de tecnologia) por parte de quem se aventurar a tamanha empreitada. Em obras desse vulto, não basta compilar informações de outras fontes, apresentar teorias ou comentar exemplos e estudos de caso, como sói acontecer com muitos livros que são indicados como textos de referência por alguns professores universitários sem a menor análise crítica que dê sustentação a essa recomendação. A realidade das coisas tem que ser mostrada como ela é, mas de forma clara, inteligente e compreensível, como fizeram Homero Bergamaschi e João Ito Bergonci, para que o leitor, tendo o entendimento de temas complexos facilitado, possa se sentir um “gênio” e não um “perfeito idiota”, incapaz de qualquer apreensão do que está lendo.

Há, sim, lugar de honra, reservado nos catálogos de editoras e nas prateleiras de estudantes e de profissionais das ciências agrárias, biológicas, atmosféricas e ambientais, para obras como AS PLANTAS E O CLIMA – Princípios e Aplicações. E os motivos para isso são muitos: informação de qualidade e com origem conhecida reunida em um único volume; exemplos e aplicações relacionados com a realidade brasileira; excelência dos autores que lhes é conferida pela vasta experiência em ensino, pesquisa e extensão; e, na minha visão, o lado mais nobre desse livro, que reside no desprendimento dos professores Homero Bergamaschi e João Ito Bergonci, ao sistematizarem e tornarem público o melhor do seu conhecimento, e, com isso, ainda que indiretamente, dando continuidade ad aeternum ao exercício da nobre missão de professores que um dia abraçaram na UFRGS.

É Importante frisar, que o colunista, que teve o privilégio de assinar o prefácio da obra, conhece os autores do livro AS PLANTAS E O CLIMA – Princípios e Aplicações, Homero Bergamaschi e João Ito Bergonci, desde há muito tempo. Mas, isso não significa o endosso incondicional a essa obra, sem qualquer análise crítica dos conteúdos e dos autores, tanto nos aspectos profissionais quanto pessoais. Por exemplo, conheci Homero Bergamaschi nos idos de 1978, quando ele, paralelamente, exercia os cargos de professor na Faculdade de Agronomia da UFRGS e de pesquisador no antigo Instituto de Pesquisas Agronômicas (IPAGRO); instituição e ano que o colunista começou a sua carreira profissional. Depois, tive o privilégio de ser seu orientado, Mestrado (1986-1988) e Doutorado (1988-1991) em Agrometeorologia, na Faculdade de Agronomia da UFGRS. Então, não é sem razão, que, pela proximidade, com o profissional, o professor, o orientador e o ser humano Homero Bergamaschi, posso, sem hesitar, dar o meu aval à qualidade desse livro, pois, nos últimos 38 anos, vi, e bem de perto, o esmero com que, diuturnamente, boa parte dessa obra foi sendo construída.

A obra, AS PLANTAS E O CLIMA – Princípios e Aplicações, é uma projeção da imagem pessoal e profissional de Homero Bergamaschi e João Ito Bergonci materializada na forma de textos, figuras, fotografias e tabelas. E isso, por si só, é, de antemão, um selo de qualidade. O livro, publicado pela Agrolivros, pode ser adquirido no site da editora: http://www.agrolivros.com.br/

Gostou? Compartilhe