OPINIÃO

Coluna Saul Spinelli

Por
· 2 min de leitura
Você prefere ouvir essa matéria?

Redes
As manifestações nas redes sociais nos mostram o quanto estamos diante de uma ferramenta que pode ajudar, mas diante destes movimentos políticos mostra o desconhecimento de alguns internautas sobre temas de interesse nacional. Ataques, ofensas, violência, volta da ditadura, impeachment, racismo e ainda falta de conhecimento em compartilhar, curtir e comentar postagens falsas que nada colaboram com a democracia conquistada com tanto sacrifício. Assistimos a isso em todos os partidos, independentemente de ideologia, direita, esquerda, governo ou oposição.

Marilena Chaui I
Assisti a entrevista com a filósofa Marilena Chaui que admiro e respeito, que falou em evento do PT durante vinte minutos e vinte e sete segundos, sobre implantações de projetos sociais e também a diferença de classe trabalhadora e classe média. Foi na minha opinião muito feliz em vários pontos, na maioria eu diria. Acredito apenas foi infeliz em incentivar um ódio contra as pessoas da conhecida classe média. Que ele pense e defenda uma opinião eu concordo, mas na verdade os adjetivos utilizados não conduzem com uma mulher de sua formação. Ouvindo o final de sua fala imaginei aqueles que criticam e ofendem os beneficiários do Bolsa Família ou eleitores do nordeste. Preconceito é preconceito sendo fala de direita ou esquerda. De capitalista ou socialista.

Marilena Chaui II
Em outro vídeo de sete minutos “explicação sobre o mensalão”. Foi feliz em dizer que existe uma rede de corrupção legislativa e também dos empresários, mas culpar o sistema deixado pela ditadura é comodismo político. Os protagonistas da política atual são os mesmos de 50 anos e tanto no governo FHC, Lula e Dilma o velho Sarney, Collor, Calheiros e ACM sempre influenciaram as principais decisões.

Marilena Chaui III
Tanto FHC e Lula não fizeram a reforma política por falta de interesse, pois maioria no congresso sempre tiveram quando desejaram. A principal diferença é que nos governos anteriores ao de Lula o PT estava na oposição e desde da posse dele os partido de direita passaram a compor a estrutura de governo. Não temos oposição há muito tempo e isto é maléfico para a democracia.

Lembranças
Os interesses são sempre dos partidos, seus lideres e de corporativistas, pois quando oposição o PT foi contra muitos projetos de interesse da população brasileira e entre eles o plano real e bolsa escola.

Lembranças II
Enem é o resultado do (SAEB), sistema de avaliação da educação básica que também resultou no (IDEB) cálculo do índice de desenvolvimento de educação básica. Avanços que o então Ministro Renato de Souza implantou mesmo com as oposições de quem hoje negam este legado. O FUNDEB que proporciona o financiamento da educação pública e lei de diretrizes básicas (LDB) foram outras ações deixadas por este político.

Lembranças III
Sarney entrega um Brasil com mais de 80% de inflação ao mês e isto é realidade e não posição política. O que salvou o país e fez a melhoria da classe trabalhadora, classe média ou de qualquer brasileiro foi à estabilidade econômica garantida na era FHC com plano real e depois os projetos sociais ampliados no governo Lula. Negar isto é negar a história. A corrupção existe e existiu nos dois governos com a pressão do legislativo e empreiteiros. Corruptos são eleitos e reeleitos e isto não muda apenas com reforma política e sim com critérios de ética na hora de escolhermos nossos representantes.

Semelhanças
Nesta época de manifestações chegamos a conclusão de que os últimos governos tem mais semelhanças do que diversidades. Gastam muito, gastam mal, trabalham pouco e quando a coisa aperta a conta vai para o povo com aumento de imposto e corte de direitos.

 

 

 

Gostou? Compartilhe